nsc
hora_de_sc

Emocionante

Piloto que transportou mais de 2 milhões de pessoas é homenageado em Florianópolis

Roberto Costa se aposentou e fez o último voo da carreira nesta segunda-feira (30)

31/08/2021 - 16h55 - Atualizada em: 01/09/2021 - 14h31

Compartilhe

Diane
Por Diane Bikel
Beto se aposentou trabalhando na companhia área Gol
Beto se aposentou trabalhando na companhia área Gol
(Foto: )

Aos 66 anos, Roberto Costa encerrou seu ciclo como piloto de avião. Beto, como é chamado por pessoas próximas, fez seu último voo antes de se aposentar - Congonhas com destino final em Florianópolis - nesta segunda-feira (30). 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Após 46 anos de profissão e mais de 2 milhões de pessoas transportadas por ele, o ciclo se encerrou. O que Beto não esperava era uma grande homenagem por parte do Floripa Airport e pela última companhia aérea em que trabalhou. Ao meio-dia desta segunda-feira, quando pousou na Capital catarinense, a aeronave foi recebida com uma saudação de água - o que ocorre apenas para fins cerimoniais. 

- Foi uma coisa bastante emocionante. Ser recepcionado por aqueles jatos, aquilo é uma tradição no mundo todo. No tempo que eu estava passando embaixo da cortina de água, a torre de controle começou a me agradecer pelo trabalho e falar uma homenagem. Fiquei engasgado - relembra o piloto. 

> Meteoro visto por moradores de quatro cidades pode ter atravessado todo o céu de SC

Segundo Beto, o voo era mais do que especial. Até o momento do pouso, o piloto estava tranquilo quanto à sua saída. Quando chegou em Florianópolis, desabou em lágrimas. 

- Mais do que eu merecia. Muito bonita a homenagem - complementa. 

Experiências

Com diversos voos internacionais nos mais de 40 anos de profissão, Beto conta que já transportou príncipes, princesas e diversos famosos. O que mais o marcou foi Luiz Gonzaga.

- Toquei gaita de boca com ele; toquei "Asa Branca" e ele gostou muito - relembra. 

> EXCLUSIVA: Túnel vai interligar Lagoa da Conceição ao Itacorubi, em Florianópolis

Sobre emergências da profissão, Beto diz que não teve problemas. 

- Passei por algumas panes no sistema, mas estávamos muito bem preparados pra resolver - diz.

Primeiro piloto a morar em Florianópolis

Beto mora na Capital catarinense desde 1975. Antes dele, nenhum piloto havia morado em Florianópolis durante a profissão, conforme conta o, agora, aposentado.

Roberto Costa tem mais de 46 anos de profissão
Roberto Costa tem mais de 46 anos de profissão
(Foto: )

- Eu me lembro que vim pra cá visitar e fui até a Igreja Nossa Senhora da Conceição. Sempre tive uma paixão por Floripa. Lá, umas mulheres pediram pra eu carregar umas mesas, e eu perguntei se poderia bater o sino da igreja. Quando bati, fiz um pedido: queria morar em Florianópolis - conta.

> Veja onde estão os destroços do foguete chinês que caiu no Oceano Índico

Atualmente, Beto mora na Lagoa da Conceição e é pai de um casal de filhos. O piloto, agora aposentado, tem um neto morando em Lisboa e não pensa em sair de Florianópolis. 

- Minha vida tá aqui - completa. 

Veja o vídeo da homenagem

*Sob supervisão de Vinícius Dias.

Leia também

“Não podia sair de casa sozinha”, diz brasileira que morou no Afeganistão

“É um sonho de criança se concretizando”, diz estudante catarinense aprovada em universidade da Bélgica

Receita paga 4º lote do Imposto de Renda 2021; veja como consultar

É permitido divulgar print de WhatsApp? STJ decide que não; entenda

Colunistas