nsc
dc

Abono Salarial

Pis/Pasep: Veja o que fazer se não recebeu

Erro de processamento deixa 90 mil trabalhadores sem abono salarial de 2020/2021 ou com benefício menor

11/02/2021 - 12h36 - Atualizada em: 23/06/2021 - 12h34

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Caixa e Banco do Brasil realizam os pagamentos do Pis/Pasep para os beneficiários
Caixa e Banco do Brasil realizam os pagamentos do Pis/Pasep para os beneficiários
(Foto: )

Cerca de 90 mil brasileiros deixaram de receber ou receberam um valor menor do Pis/Pasep 2020/2021, referente ao ano de 2019, devido a um erro no processamento de dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do eSocial.

> Saiba como consultar o Pis/Pasep 2021 pela internet

> Pis/Pasep 2021: saque de até um salário mínimo termina na quarta-feira

O Rais deve ser preenchido pelo empregador e enviado em data determinada ao governo federal. Desta vez, porém, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) apresentou problemas e alguns brasileiros ficaram sem receber o benefício.

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho solicitou ao Serpro a solução do erro com urgência. Os empregadores não precisam reenviar as informações para os sistemas da Rais ou do eSocial. O pagamento desse grupo de trabalhadores será realizado no início do novo calendário de pagamentos, que será publicado pelo Ministério da Economia e deve ser pago em 2022, tendo como referência o ano-base 2020.

> Auxílio emergencial 2021 vira lei e primeira parcela é paga em abril

> Quer receber notícias do NSC Total no WhatsApp? Inscreva-se aqui

As 25 milhões de pessoas que já tiveram seus dados processados podem receber o pagamento do abono via online ou presencialmente no banco (veja calendário e orientações).

Meu empregador enviou o Rais com atraso

O Rais, documento de resoponsabilidade do empregador, deveria ter sido entregue até abril de 2020 para que o pagamento do abono fosse realizado entre ano passado e 2021. Porém, aqueles que entregaram a relação até 30 de setembro de 2020 e têm direito ao benefício, já podem sacar o seu benefício.

Para aquelas pessoas que o Rais foi entregue a partir de outubro de 2020, o pagamento será disponibilizado no calendário do exercício seguinte, 2021/2022.

Você pode consultar a situação do seu benefício pela internet, nos canais de atendimento do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal; saiba como.

> Confira as regras do Imposto de Renda 2021

> Golpe do WhatsApp: saiba o que fazer e entenda tudo sobre

O trabalhador não precisa requerir o recebimento do Abono Salarial. É de responsabilidade do Ministério do Trabalho e Previdência Social a identificação do público beneficiário e providências de operação para processamento e pagamento do benefício. 

Para controle, as empresas precisam preencher a Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Por isso, se você não recebeu o seu pagamento, além de olhar a situação do benefício pela internet e ligar para o atendimento do Ministério da Economia - (61) 3412-5001 -, você pode consultar o setor de recursos humanos da sua empresa e conferir se seu nome foi enviado no Rais.

Quem tem direito a receber o Pis/Pasep

O benefício é liberado a trabalhadores de empresas públicas e privadas que receberam, em média, até dois salários mínimos de remuneração e trabalharam com registro formal por pelo menos 30 dias no ano-base, neste caso, 2019. 

> Qual a probabilidade de ganhar na loteria?

Requisitos para receber o benefício:

• Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos; • Ter recebido de empregador contribuinte do PIS/PASEP (inscrito sob CNPJ) remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício; •Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração; • Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base em questão.

*Com supervisão de Raquel Vieira

Leia também

Auxílio emergencial de R$ 300 em SC deve ser feito em parceria com o Estado, diz deputado

Infográfico mostra como o coronavírus age no corpo humano

Como funciona a contratação de imigrantes no Brasil

Colunistas