nsc
dc

Prato Nosso

Preço da água mineral pode subir até 20% em SC; saiba o motivo

Com alta no valor dos insumos, a partir de abril deste ano, as empresas do setor tiveram que aplicar um reajuste no preço do produto

15/04/2021 - 07h00

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
A alta nos preços dos insumos,  como plástico, gás carbônico e energia elétrica, afetou até o valor da água mineral
A alta nos preços dos insumos, como plástico, gás carbônico e energia elétrica, afetou até o valor da água mineral
(Foto: )

A alta nos preços dos insumos afetou até a água mineral. A partir de abril deste ano, as empresas do setor tiveram que aplicar um reajuste médio de 20% no preço do produto que sai da indústria e chega ao mercado, segundo a Associação Catarinense das Indústrias de Água Mineral (Acinam), que representa mais de 18 empresas.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Existem diversos fatores que influenciam na produção e distribuição do produto: plástico, gás carbônico, energia elétrica, alimentação. Além disso, o setor sofreu com a queda nas vendas de produtos descartáveis, como as garrafas de 500ml e copos, com o fechamento de restaurantes, bares e academias, por exemplo.

Entenda no vídeo como as altas nos preços dos insumos fazem a água mineral chegar mais cara ao consumidor.

Leia também:

Por que a carne bovina está tão cara em 2021?

Entenda por que o consumo de ovos cresce tanto no Brasil

Frango ou carne bovina: qual é a melhor opção?

Por que comemos pouco peixe no Brasil e em SC?

Colunistas