nsc
santa

Polícia

Preso por morte da mulher e filho em Blumenau tem transferência autorizada pela Justiça

Kelber Henrique Pereira está em São Paulo, onde foi preso

01/08/2022 - 11h33 - Atualizada em: 03/08/2022 - 08h56

Compartilhe

Caroline
Por Caroline Borges
Clarissa
Por Clarissa Battistella
Ele deve conversar com o delegado e prestar esclarecimentos em Blumenau
Ele deve conversar com o delegado e prestar esclarecimentos em Blumenau
(Foto: )

Kelber Henrique Pereira, de 28 anos, teve a transferência da prisão autorizada pela Justiça nesta segunda-feira (1º). A informação foi confirmada ao g1 pelo delegado responsável pelo caso, Ronnie Esteves. O homem é investigado pela morte da mulher de 23 anos, Jéssica Ballock, e do filho de apenas três meses, Théo Pereira.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

Kelber está em São Paulo, onde foi preso no dia 26 de julho. O transporte para Blumenau fica a cargo do Departamento de Administração Prisional (Deap), que deve informar quando o homem chegar à cidade. Em Santa Catarina, ele deve conversar com o delegado e prestar esclarecimentos.

Apontado como principal suspeito do crime, o homem teve a prisão preventiva decretada já no dia em que os corpos foram encontrados. Ele foi localizado em Paulínia, no interior de São Paulo, enquanto dirigia por uma estrada na área rural do município.

Relembre o crime

Jéssica e Théo foram encontrados com um ferimento na garganta dentro de um quarto do apartamento onde moravam no dia 25 de julho. A jovem morava no apartamento com o marido e os dois filhos, de três meses e quase dois anos. O menino mais velho foi levado pelo pai após o crime, e agora está com os avós maternos.

Kelber, o companheiro de Jéssica, é o principal suspeito da Polícia Civil.

Leia também

Gargalo da BR-470 fez duas grandes empresas descartarem se instalar em Blumenau

Troca de ônibus sem nova tarifa, em Blumenau, atrai mais de 100 pessoas por dia

Acidente entre carros mata três e deixa um ferido grave na BR-470

Articulação nos bastidores mudou destino e evitou o pior na novela do Sesi em Blumenau

Colunistas