nsc
    dc

    Balanço

    Regiões de Xanxerê e Florianópolis registram maior índice de vacinados contra covid-19 por mil habitantes

    Em todo o Estado 47.305 pessoas já receberam as duas doses necessárias do imunizante para se proteger contra o coronavírus

    23/02/2021 - 05h00 - Atualizada em: 23/02/2021 - 18h19

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Com 109 anos, Gonçalino Norberto é um dos vacinados contra o coronavírus em Xanxerê, região que têm maior índice de imunizados por 1 mil habitantes em SC
    Com 109 anos, Gonçalino Norberto é um dos vacinados contra o coronavírus em Xanxerê, região que têm maior índice de imunizados por 1 mil habitantes em SC
    (Foto: )

    Após um mês de vacinação contra a covid-19, as regiões de Xanxerê e Grande Florianópolis são as que registram maior número proporcional de pessoas que já podem ser consideradas imunizadas contra o coronavírus, após terem recebido as duas doses necessárias. Conforme novo balanço, divulgado na noite desta segunda-feira pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive), todos os municípíos aplicaram 204.132 doses de vacina, das quais 156.827 correspondem à primeira aplicação e 47.305, à segunda. 

    > Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    Na regional de Xanxerê, 5.840 pessoas que receberam a primeira dose, das quais 2.023 já tomaram a segunda vacina e são consideradas imunizadas contra o coronavírus. Com isso, conforme aponta o Monitor da Vacina, do NSC Total, o índice de pessoas que receberam as duas doses na região é de 12,36 pacientes a cada 1 mil habitantes, o mais alto do Estado. 

    SC atinge o número mais alto de internações por covid-19 em UTIs públicas e privadas na pandemia

    A regional de Xanxerê abrange os municípios de Abelardo Luz, Bom Jesus, Coronel Martins, Entre Rios, Faxinal dos Guedes, Galvão, Ipuaçu, Jupiá, Lajeado Grande, Marema, Passos Maia, Ponte Serrada, São Domingos, Vargeão, Xanxerê e Xaxim.

    Em seguida está a regional de Saúde da Grande Florianópolis, onde 33.422 pessoas dos grupos prioritários já receberam a primeira dose da vacina, dos quais, 11.041 já tomaram a segunda dose e são considerados protegidos contra a covid-19. Com isso, a região tem um índice de 9,13 pessoas imunizadas para cada 1 mil moradores.

    Vacinados por região de saúde

    Índice de pessoas a cada 1 mil habitantes que já receberam as duas doses

    A regional da Grande Florianópolis abrange as cidades de Águas Mornas, Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Canelinha, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Leoberto Leal, Major Gercino, Nova Trento, Palhoça, Paulo Lopes, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São João Batista, São José, São Pedro de Alcântara e Tijucas. 

    SC vai manter reserva de vacinas contra Covid-19 para aplicação de segunda dose

    O índice médio de pessoas que já tomaram as duas doses da vacina em Santa Catarina é de 6,52 indivíduos para cada 1 mil moradores. As taxas mais baixas de vacinados por 1 mil habitantes são da região de Jaraguá do Sul (2,93), Joinville (4,23) e Itajaí (4,84).

    Restam somente 31,5% das vacinas enviadas ao Estado

    Em todo o Estado, os municípios aplicaram 204.132 das 298.140 doses enviadas até o momento pelo Ministério da Saúde a Santa Catarina. Ainda restam 31,5% das vacinas para serem aplicadas nesta semana. Segundo a Dive SC, o Ministério da Saúde não havia confirmado o envio de novo lote de vacinas ao Estado até esta segunda-feira, 22. 

    Em pelo menos 7 das 17 regiões de saúde de Santa Catarina, já foram aplicadas 90% das doses recebidas. Na regional de São Miguel do Oeste, o índice era próximo de 99% nesta segunda-feira.

    Na Central Estadual de Rede de Frio da Dive, em São José, ainda estão armazenadas 42,5 mil doses que serão encaminhadas às regionais de saúde ao longo da semana, para aplicação da dose 2 em indivíduos que já receberam a primeira vacina. Esses lotes de imunizante fazem parte da remessa de 85 mil exemplares da vacina Coronavac recebida em 7 de fevereiro pelo Estado.

    Pfizer diz que não aceita condições de Bolsonaro para vender vacina ao Brasil

    Grupos prioritários atendidos até o momento

    Após uma semana em que idosos entre 85 e 89 anos começaram a ser imunizados, 6.060 receberam a primeira dose e 44 já se submeteram à segunda vacinação. Além desse grupo prioritário, também já estão sendo vacinados profissionais da saúde (122.176 receberam a primeira dose e 39.547, a segunda), idosos que vivem em instituições (7.909 com a dose 1 e 5.400 com a dose 2), pessoas com deficiência que frequentam instituições (primeira dose: 385; segunda dose: 235), indígenas (dose 1: 4.607; dose 2: 2.035) e idosos a partir de 90 anos (dose 1: 15.690; dose 2: 44).

    Um em cada 3 casos ativos de covid-19 de SC está no Oeste

    O Estado atualizou na semana passada a estimativa de pessoas que integram os grupos prioritários: agora são 2.898.763 pessoas nessa condição. Segundo a Dive, o ritmo da vacinação depende do envio de doses por parte do Ministério da Saúde.

    Ritmo de vacinação tem leve queda

    Após melhora no fim da semana passada, chegando à média de 6.022 doses aplicadas por dia, o ritmo médio de vacinação diária em Santa Catarina teve leve queda no balanço divulgado nesta segunda-feira pela Dive.

    Agora, o ritmo é de 5.832, conforme estimativa do Monitor da Vacina, do NSC Total. Nesse ritmo, o Estado concluirá a aplicação da primeira dose em 30 de maio de 2022. A da segunda dose se encerraria em 9/10/23.

    Ainda assim, a vacinação está mais ágil do que havia começado a semana anterior, como detalhou a reportagem do Diário Catarinense em 16 de fevereiro. Entretanto, a média diária de doses aplicadas segue distante da capacidade de outras campanhas de imunização, como a da gripe, que mesmo durante a pandemia em 2020 conseguiu aplicar 20,1 mil vacinas por dia, em média.

    Acompanhe o avanço da vacinação no Monitor da Vacina

    Monitor da Vacina reúne dados e estimativas sobre o avanço da vacinação nos municípios de SC
    Monitor da Vacina reúne dados e estimativas sobre o avanço da vacinação nos municípios de SC
    (Foto: )

    No ar desde 20 de janeiro, o Monitor da Vacina, do NSC Total, reúne detalhes em mapas e gráficos sobre o avanço da imunização em Santa Catarina e o estágio da vacinação pelo mundo.

    Nova variante do coronavírus já foi identificada em ao menos 10 estados do Brasil

    A página reúne estimativas sobre o avanço da campanha em cada município, cruzamento de dados que mostram a taxa de aplicação das vacinas recebidas em cada região e detalhes sobre a população de cada grupo prioritário atendida pela campanha.

    O Monitor da Vacina é atualizado três vezes por semana ou conforme novos dados são divulgados pelo Ministério da Saúde e Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC. A página pode ser acessada neste link.

    Colunistas