nsc
dc

Eleições 2020

Segundo turno: o que você precisa saber para votar neste domingo

Saiba as restrições sanitárias e recomendações da Justiça Eleitoral para exercer o voto com segurança neste 2º turno

29/11/2020 - 05h00 - Atualizada em: 29/11/2020 - 06h00

Compartilhe

Everton
Por Everton Siemann
eleicao-2020-segundo-turno-urna-eletronica
Confira tudo sobre a votação na véspera do 2º turno em Blumenau e Joinville
(Foto: )

A Constituição Federal consagra o princípio de que, para assumir o comando do Executivo, o candidato precisa obter maioria absoluta (50% mais um) dos votos válidos. Quando nenhum candidato alcança a maioria absoluta no primeiro turno nas cidades com mais 200 mil habitantes, é adotado o segundo turno, no qual se enfrentam somente os dois candidatos mais votados no primeiro turno. 

> Em site especial, saiba tudo sobre as Eleições 2020

Em Santa Catarina, duas cidades estão entre as 57 do país onde ocorrerá o 2º turno. O domingo, dia 29, é dia de exercer o poder do voto mais uma vez para os 650.540 eleitores de Blumenau e Joinville aptos a escolher o prefeito que assumirá a gestão das respectivas cidades, a partir de 1º de janeiro de 2021. 

Segundo turno em Blumenau

Em Blumenau, a disputa será entre o atual prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) e o ex-prefeito João Paulo Kleinübing (DEM). No 1º turno, Hildebrandt – que assumiu o comando da cidade em abril de 2018, após a renúncia de Napoleão Bernardes – recebeu 68.222 votos, o que representa 42,53% dos votos. Kleinübing - que comandou a prefeitura por dois mandatos consecutivos, de 2005 a 2012 – obteve 24.957 votos, o que representa 15,56% dos votos. Na primeira etapa das eleições em Blumenau, a abstenção superou os 27%, com 66.873 eleitores deixando de comparecer aos locais de votação. 

Segundo turno em Joinville

Em Joinville, a fase final das eleições tem Adriano Silva (Novo) e Darci de Matos (PSD). Nenhum dos dois candidatos nunca governou o município. No 1º turno, Matos liderou a disputa com 66.838 votos, o que representa 25,30% dos votos. Silva recebeu 60.728 votos, o equivalente a 22,98% dos votos. Na primeira fase das eleições em Joinville, a abstenção superou os 25%, com 101.407 eleitores deixando de comparecer às urnas. 

> Segundo turno: tudo sobre a disputa em Blumenau e Joinville nas Eleições 2020

Horário da votação

Assim como no primeiro turno, o horário de votação será das 7h às 17h, porém, o período das 7h às 10h é preferencial para maiores de 60 anos. Os demais eleitores não serão proibidos de votar neste horário, mas devem, se possível, comparecer a partir das 10h, respeitando a preferência. 

Não votei no primeiro turno. Posso votar no 2º turno?

Para a Justiça Eleitoral, cada turno de votação é tratado como uma eleição separada. Isso quer dizer que, por exemplo, o eleitor que não tenha votado no primeiro turno possa votar no segundo, sem nenhum impedimento.

> e-Título e documento com foto: saiba o que é preciso levar na hora do voto

Documentos para votar

Caso o eleitor já tenha feito o cadastramento biométrico e tiver o aplicativo e-Título, da Justiça Eleitoral, poderá utilizá-lo para comprovar a identidade na hora de votar. Os eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico também podem utilizar o aplicativo, mas, nesse caso, precisam levar junto um documento de identificação com foto, que sirva de identificação do eleitor.

Serão aceitos pelos mesários os seguintes documentos: carteira de identidade; carteira profissional emitida por conselho de classe; passaporte; carteira nacional de habilitação; carteira de trabalho e previdência social e certificado de reservista. 

> Segundo turno: o que pode e o que não pode no dia da votação

Veja as medidas contra a Covid-19 nas eleições no vídeo:

Fique atento aos protocolos sanitários adotados pelo TSE

Ao todo, 247.014 pessoas estão aptas a votar em Blumenau e 403.526 em Joinville. No município do Vale do Itajaí, os eleitores estão divididos em 604 seções eleitorais, enquanto na cidade mais populosa do Estado são 999 seções. Será necessário que todos os eleitores adotem as medidas contra o coronavírus para votar com segurança.

Nos locais de votação, o uso de máscara será obrigatório e o eleitor será orientado a manter uma distância mínima de um metro de outras pessoas, além de evitar qualquer contato físico. Não será permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija a retirada da máscara. Além da máscara, se possível, cada eleitor deve levar a própria caneta para assinar o caderno de votação e levar anotado o nome e número do candidato para agilizar a votação.

Passo a passo dentro da seção
Veja a seguir as orientações do TRE-SC a serem seguidas no local da votação:
Entre na seção eleitoral e fique na frente da mesa
Mostre seu documento oficial com foto para o mesário
Após o mesário ler o seu
nome, confirme que é você
Guarde seu documento
Limpe as mãos com álcool gel
Assine o caderno de votação
Se precisar do comprovante
de votação, solicite ao mesário
Quando a urna for liberada, dirija-se à cabine de votação
Digite os números dos
seus candidatos
Na saída limpe as mãos com álcool gel novamente
FONTE: TSE

No 2º turno, o eleitor votará em apenas uma das chapas concorrentes. É preciso digitar os dois números do candidato escolhido e teclar confirma. Em caso de dúvidas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou no site o Simulador de Votação, no qual o eleitor poderá treinar a votação no 2º turno. A Justiça Eleitoral orienta que, de preferência, o eleitor não leve crianças ou acompanhantes para o local de votação. 

Os eleitores que não puderem comparecer ao 2º turno devem justificar o voto no dia 29 pelo aplicativo e-Título ou nos 60 dias posteriores pelo próprio app ou pelo Sistema Justifica, no site do TSE.

Leia também:

> Eleições em Porto Alegre: as propostas de educação, saúde e mobilidade de Manuela D'Ávila e Sebastião Melo

> Pesquisa Ibope: veja as intenções de voto em São Paulo, Recife e Rio de Janeiro

Colunistas