nsc
dc

Pandemia

Vacina da Covid-19 aumenta a pressão arterial?

Efeito colateral não coloca em dúvida a segurança da vacina

20/08/2021 - 08h43

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
Desde o início da vacinação foram registrados casos de aumento da pressão arterial de curta duração
Desde o início da vacinação foram registrados casos de aumento da pressão arterial de curta duração
(Foto: )

Os efeitos colaterais das vacinas contra a Covid-19 são relativos de pessoa para pessoa. Há quem sinta todos, há aqueles que sentem alguns, mas há também quem não sinta nada. Uma das dúvidas que surgem antes de tomar o imunizante é se de fato a vacina para combater o coronavírus aumenta a pressão arterial.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Pessoas com pressão arterial alta, a chamada hipertensão entraram na lista de vacinação como pessoas com comorbidades, ou seja, receberam a vacina contra a Covid-19 antes dos demais.

De acordo com um relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os hipertensos estavam entre os grupos que mais poderiam ter complicações causadas pelo coronavírus.

O que é hipertensão

A hirpertensão é causada quando a força do sangue contra as artérias (vasos sanguíneos) é muito alta e dificulta a circulação. Raramente apresenta sinais ou sintomas de alerta, mas pode tornar-se uma inimiga caso não seja regularmente medida e tratada.

Apesar de ser uma doença silenciosa e não apresentar sintomas, a pressão alta pode ser um fator de risco para diversas doenças. Caso não seja controlada, ela pode sobrecarregar o coração e também acelerar o processo de obstrução arterial, conhecido como aterosclerose. As complicações da hipertensão podem ser as seguintes:

  • Ataque cardíaco;
  • Acidente vascular cerebral;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Insuficiência renal.

Todas as pessoas devem conhecer o nível de sua pressão arterial com a supervisão de um profissional de saúde.

> Por que pessoas morrem mesmo vacinadas contra a Covid-19?

Vacina aumenta a pressão arterial?

Desde o início da vacinação foram registrados casos de aumento da pressão arterial de curta duração em pessoas que receberam doses da vacina contra a Covid-19 das marcas Pfizer e Oxford/AstraZeneca.

No entanto, tal efeito colateral não coloca em dúvida a segurança da vacina, mas "é um sinal que deve ser monitorado", afirmou a fabricante da AstraZeneca.

Caso a pessoa que tenha recebido um dos imunziantes, é necessário notar os sintomas que aparecerão posteriormente, como dor de cabeça ou tonturas. Nestes casos, é necessário que as pessoas vacinadas tenham sua pressão arterial verificada o mais rápido possível para tratamento médico, se necessário.

> Pode fumar depois da vacina da Covid-19?

Efeitos colaterais das vacinas

Como já dito anteriormente, as vacinas podem ter efeitos colaterais adversos e mudarem de pessoa para pessoa. Os imunizantes também têm composições diferentes, o que pode diferenciar os sintomas pós-vacina. No entanto, vale lembrar que todas as vacinas aplicadas para conter a pandemia de coronavírus são seguras e atuam contra o vírus.

Os efeitos colaterais da vacina contra Covid-19 mais apontados até o momento foram dores no braço, dores no corpo, fadiga, dores de cabeça, náusea e, em alguns casos, até mesmo febre baixa. Observados principalmente após a aplicação da vacina da Pfizer/BioNTech e AstraZeneca, especialistas explicam os efeitos colaterais como uma potente indução da resposta imune.

> Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Porque você não deve ter medo dos efeitos colaterais da vacina contra Covid-19

Apesar dos efeitos colaterais da vacina contra Covid-19, a imunização contribui para a proteção contra a Covid-19. Dessa forma, os benefícios superam em muito os efeitos colaterais da vacina contra Covid-19. Principalmente porque as vacinas garantem que nenhuma pessoa morra devido à doença após a imunização correta. 

Contudo, ainda que vacinadas, as pessoas devem continuar mantendo as recomendações contra a contaminação por Covid-19, como forma de evitar o desenvolvimento da doença, ainda que de forma branda.

Como se proteger do coronavírus

Você também pode querer ler

Quais os riscos de não tomar a segunda dose de vacina da Covid-19

Pode tomar vacina da Covid-19 gripado?

Veja quem deve tomar a terceira dose da vacina contra Covid na opinião de especialistas

Colunistas