nsc
hora_de_sc

Abono Salarial

Valor do PIS/Pasep vai aumentar?

Benefício aos trabalhadores é reajustado de acordo com o salário mínimo

07/10/2021 - 15h21 - Atualizada em: 07/10/2021 - 15h22

Compartilhe

Por Eduarda Hillebrandt
Benefício é pago aos trabalhadores formais e pode chegar a um salário mínimo
Benefício é pago aos trabalhadores formais e pode chegar a um salário mínimo
(Foto: )

Com a previsão de reajuste do salário mínimo a partir de janeiro de 2022, o valor do PIS/Pasep e outros benefícios previdenciários vinculados ao valor também devem ser revisados. Isso porque o governo federal enviou ao Congresso proposta de reajuste do salário mínimo de R$ 1.100,00 para R$ 1.169,00. Até o final deste ano, porém, o percentual de aumento pode ser revisado para compensar a inflação.

> Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O calendário de pagamento do PIS/Pasep deste ano, que leva em conta o ano-base de 2020, foi adiado para janeiro de 2022. Quanto ao ano base de 2021, o governo sinalizou que os dois benefícios podem ser pagos simultaneamente.

> Saiba como consultar o Pis/Pasep 2021 pela internet

Quem tem valores não recebidos de calendários anteriores tem até cinco anos para solicitar o pagamento. Porém, os valores só serão disponibilizados na próxima rodada de pagamento em 2022.

Quem tem direito

O abono salarial conhecido como PIS/Pasep é um benefício anual pago aos trabalhadores formais. No caso dos funcionários do setor privado, é o PIS, pela Caixa Econômica Federal. Para os servidores públicos, é o Pasep, através do Banco do Brasil.

Tem direito ao benefício quem recebe até dois salários mínimos por mês. É preciso também estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter a situação cadastral atualizada pelo empregador.

O valor recebido pelo trabalhador varia de acordo com a quantidade de meses trabalhados no ano-base. O teto do benefício é de um salário mínimo para quem trabalhou o ano inteiro.

Tire suas dúvidas sobre o PIS/Pasep

Leia também

Golpe do PIX agendado é verdade? Entenda

Preço do gás de cozinha aumentou? Entenda por que e saiba como economizar

Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Colunistas