nsc
nsc

Saúde

Dieta ideal para manter uma alimentação saudável

Compartilhe

Carol
Por Carol Bandeira
05/07/2021 - 13h14 - Atualizada em: 31/08/2021 - 14h18
 A comida que possui um papel muito além do fisiológico de nos nutrir, mas que também exerce função social
A comida que possui um papel muito além do fisiológico de nos nutrir, mas que também exerce função social (Foto: Banco de imagens)

Rodas de conversas, programas de TV, sites, livros, nunca se falou tanto sobre nutrição e alimentação saudável... Em controvérsia, os índices de sobrepeso, obesidade, doenças crônicas e transtornos alimentares não param de subir não é mesmo?

> Veja como receber as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Pensando nesse assunto, convidei a Nutricionista Camila Coelho , pós-graduanda em comportamento alimentar para falar mais sobre isso.

Uma indústria que movimenta bilhões onde a cada mês um novo alimento, uma nova estratégia ou fórmula mágica surge como salvadores da pátria.

Enxurrada de informações sobre nutrição ajuda ou adoece as pessoas?

Nas conversas de consultório é perceptível o quanto o prazer de comer está constantemente associado à culpa. A comida que possui um papel muito além do fisiológico de nos nutrir, mas que também exerce função social, cultural e emocional nas nossas vidas, infelizmente se transformou no engorda versus emagrece e no posso versus não posso.

É legítimo que alimentos são fontes de nutrientes e promotores de saúde, mas sem inclusão, sem uma escuta atenciosa e sem contextualizar a história de cada um, suas demandas, dificuldades e individualidades, não existe adesão ao tratamento e uma efetiva mudança de comportamento.

Nutricionistas são educadores. Sim, é seu papel ensinar o paciente a desenvolver competências e ajudá-lo a fazer as melhores escolhas de acordo com seu contexto. Também é seu papel ser apoio durante o caminho e durante essa subida, degrau por degrau na construção da autonomia alimentar.

> Terceira Idade: conheça alimentos para aumentar a imunidade

Nutrição humanizada?

Que cada vez mais as pessoas possam encontrar uma nutrição humanizada, uma nutrição que também envolva acolhimento. Que não tenha os olhos voltados só para IMC, peso e medidas do indivíduo. Que não olhe o alimento somente como macronutrientes, vitaminas e mineiras. Que compreenda os valores que a voz de um profissional da saúde tem. Que compartilhe informações sérias e que desenvolva suas habilidades além de prescrições dietéticas para que finalmente o paciente consiga ser protagonista das suas decisões.

A dieta ideal envolverá o que você precisa comer, mas também o que você gosta e que possui seu significado. A dieta ideal será a construída junto com você!

Entenda por que o consumo de ovos cresce tanto no Brasil

Leia também

Pesquisas apontam aumento do consumo de álcool por mulheres durante a pandemia

Frango ou carne bovina: qual é a melhor opção?

Recorde de frio em SC: confira as menores temperaturas registradas na história

Como manter relações após a retirada do útero

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

Quando acaba o inverno de SC em 2021​

O que significa LGBTQIA+?

Carol Bandeira

Colunista

Carol Bandeira

Mãe de 3, especialista e uma das referências no país em nutrição materno-infantil. É empreendedora, docente e pesquisadora. Ajuda pais e nutricionistas a nutrir com amor as futuras gerações.

siga Carol Bandeira

Carol Bandeira

Colunista

Carol Bandeira

Mãe de 3, especialista e uma das referências no país em nutrição materno-infantil. É empreendedora, docente e pesquisadora. Ajuda pais e nutricionistas a nutrir com amor as futuras gerações.

siga Carol Bandeira

Mais colunistas

    Mais colunistas