nsc
nsc

Projeto

Projeto da nova orla de Balneário Camboriú custará US$ 60 milhões

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
20/12/2021 - 17h46
Projeto de reurbanização da orla de Balneário Camboriú
Projeto de reurbanização da orla de Balneário Camboriú (Foto: Reprodução)

Parte do pacote de projetos que tiveram empréstimo internacional autorizado pela Comissão de Financiamentos Externos do Ministério da Economia (Cofiex), a reurbanização da orla de Balneário Camboriú terá investimento estimado em US$ 60 milhões – o que equivale a R$ 344 milhões, na cotação atual.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Balneário Camboriú ficará com a maior parte do financiamento de US$ 120 milhões que foi solicitado ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) – são US$ 90 milhões do banco, e mais US$ 30 milhões em contrapartida. Os valores serão destinados para custeio de obras de mobilidade e infraestrutura na região, em conjunto com as prefeituras de Itajaí e Navegantes.

Nova orla de Balneário Camboriú e túnel subaquático de Itajaí têm empréstimo aprovado

Como ficará o calçadão na orla de Balneário Camboriú após reurbanização; veja imagens

O financiamento das obras do novo calçadão é o único projeto do pacote que não terá os custos compartilhados. As demais iniciativas – o túnel subaquático que ligará Navegantes a Itajaí e a interligação do sistema de transporte coletivo, com veículos elétricos – terão divisão entre os participantes do consórcio. Com isso, Balneário Camboriú responderá por 63,8% do empréstimo.

Os três projetos são diferentes, também, na captação de recursos junto à iniciativa privada. Tanto o túnel quanto o sistema de transporte integrado têm previsão de participação financeira de concessionárias, que investirão na implantação e operação do serviço, com períodos de 25 anos de concessão. Já a reurbanização da orla será custeada somente pelo poder público.

- Teremos posteriormente a exploração de serviços pela iniciativa privada, como quiosques, banheiros e chuveiros. Mas não estão incluídos na conta dos investimentos – explica o prefeito Fabrício Oliveira (Podemos).

Passar o Réveillon em Balneário Camboriú pode custar tão caro quanto em Paris ou Nova York

O financiamento terá prazo de carência de cinco anos, e os pagamentos serão feitos em até 20 anos, com juros de 1,2%. O financiamento foi solicitado por meio do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Região da Amfri – o projeto InovAmfri - e é pioneiro no Brasil pela proposta de gestão consorciada. O empréstimo dependerá agora de autorização das Câmaras de Vereadores locais e, posteriormente, do Senado.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Prefeitos avaliam negociar vacinas para crianças com a Pfizer

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas