nsc
nsc

Infraestrutura

Túnel submerso entre Itajaí e Navegantes terá pedágio e passará embaixo dos navios

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
21/12/2021 - 07h55 - Atualizada em: 21/12/2021 - 15h54
Rio Itajaí-Açu, entre Itajaí e Navegantes
Rio Itajaí-Açu, entre Itajaí e Navegantes (Foto: João Souza, Divulgação Prefeitura de Itajaí)

O projeto do túnel subaquático que vai ligar Itajaí e Navegantes sob o Rio Itajaí-Açu, substituindo a atual travessia pelo ferry boat, prevê cobrança de pedágio. A proposta, que integra o Projeto de Mobilidade Integrada Sustentável da Região da Foz do Rio Itajaí (Promobi), prevê tarifas entre R$ 4,50 e R$ 10 - dependendo do tipo de veículo.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Atualmente, a travessia pelo ferry boat custa a partir de R$ 9,05 para carros de passeio, e R$ 2,30 para motocicletas.

O túnel ficará a cerca de 23 metros de profundidade e passará por baixo do canal de acesso aos portos, por onde passam os navios cargueiros. A obra está entre os projetos incluídos no pacote de investimentos em mobilidade e infraestrutura que serão financiados pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). Além do túnel, o pacote inclui a reurbanização da orla de Balneário Camboriú e a integração intermunicipal do transporte coletivo, com veículos elétricos.

Nova orla de Balneário Camboriú e túnel subaquático de Itajaí têm empréstimo aprovado

A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), órgão do Ministério da Economia que avalia empréstimos internacionais, autorizou financiamento de US$ 90 milhões, com US$ 30 milhões de contrapartida. Os valores serão divididos entre os municípios de Itajaí, Navegantes e Balneário Camboriú.

Como ficará o calçadão na orla de Balneário Camboriú após reurbanização; veja imagens

No caso do túnel, a ideia é que os custos sejam compartilhados entre a concessionária que administrará a estrutura, com cobrança de pedágio, e as prefeituras de Itajaí e Navegantes. A obra custará cerca de US$ 200 milhões, mas o investimento público previsto é de US$ 56 milhões.

O modelo avaliado para a obra é inédito no Brasil e pode ser o primeiro no país – isso dependerá do prazo de viabilização de um túnel semelhante que ligará Santos a Guarujá, no Litoral de São Paulo.

Passar o Réveillon em Balneário Camboriú pode custar tão caro quanto em Paris ou Nova York

A estrutura será construída a seco, em módulos. Depois de prontos, os módulos são submersos um a um no leito do rio e vedados. O túnel ficará na região da Barra do Rio, alguns quilômetros à montante da principal travessia por ferry boat atualmente. São previstas seis pistas para trânsito de veículos - duas delas exclusivas para transporte público – e uma célula central para travessia de pedestres e ciclistas.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Prefeitos avaliam negociar vacinas para crianças com a Pfizer

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas