nsc
nsc

Gestão pública

5 desafios na economia para o prefeito reeleito de Blumenau

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
06/12/2020 - 10h00 - Atualizada em: 07/12/2020 - 09h17
Mário Hildebrandt
O prefeito reeleito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Foto: Patrick Rodrigues)

Capitalizado politicamente após a expressiva vitória nas urnas no último fim de semana, o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos), mantém o mandato com desafios a serem superados principalmente na saúde, em um momento de recrudescimento dos números da pandemia, mas também na geração de emprego e renda, duramente afetada ao longo da crise sanitária.

​> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

Não faltaram críticas durante a campanha sobre barreiras ao desenvolvimento econômico da cidade, vindas de adversários e também de entidades empresariais. A coluna listou pelo menos cinco pontos, dentre alguns dos principais, que devem merecer mais atenção do prefeito reeleito nesta reta final de 2020 e também para os próximos quatro anos.

1. Tirar o Centro de Convenções do papel

Prevista para o terreno localizado nos fundos do Ginásio Galegão – depois de a ideia original, no Setor 3 da Vila Germânica, ser revista –, a estrutura é a principal aposta para dar novo impulso nos negócios de setores da economia ligados a eventos, como hotéis, bares, restaurantes e agências, entre outros. A prefeitura considera que o projeto está pronto, mas a área técnica do governo do Estado, que vai bancar a obra, pediu alterações, que estão sendo providenciadas. Só depois disso a licitação para a construção deve ser lançada.

2. Agilizar a liberação de licenças e alvarás

Demanda antiga, a desburocratização de processos relacionados à emissão de licenças ambientais e liberação de alvarás continua sendo um calcanhar de Aquiles do município – foi inclusive pauta frequente de adversários de Hildebrandt no pleito eleitoral. Nas rodas de conversas entre empresários, é comum vir à tona comparações com cidades vizinhas que agilizaram esses tipos de procedimentos e atraíram empresas locais. Recentemente, por outro lado, o município anunciou medidas para facilitar a formalização de microempreendedores individuais. Mas ainda é preciso avançar mais.

3. Infraestrutura logística

O prolongamento da Via Expressa e a conclusão da duplicação da BR-470 não são de responsabilidade do município, mas impactam diretamente na cadeia logística de diversas indústrias da cidade, compondo peso importante nos custos dos negócios. Cabe ao prefeito ser um dos líderes da articulação política junto aos governos estadual e federal para desatar nós e garantir a vinda de recursos para que as obras avancem.

4. Acelerar o pacote de concessões

Lançado em julho de 2018, o pacote que prevê a concessão de cerca de 20 áreas e espaços públicos de Blumenau à iniciativa privada pouco evoluiu desde então. Há exceções, como o Frohsinn e o Museu da Cerveja, que estão encaminhados. Editais de praças como a Dr. Blumenau e a Victor Konder também estão no mercado. Mas itens como a rodoviária, Aeroporto Quero-Quero, Mercado Público, cemitérios, Área Azul e naming rights da Vila Germânica e do Galegão seguem somente no papel.

5. Planos de desenvolvimento e finanças públicas

Em que pé estão o plano estratégico de desenvolvimento econômico municipal (Pedem) e o plano municipal de turismo, ambos lançados em 2016? Os documentos foram criados para balizar o planejamento futuro da economia de Blumenau, e embora algumas ações já tenham sido feitas, pouco tem se ouvido falar deles nos últimos meses. Além disso, a atividade econômica deve levar algum tempo até retomar o patamar pré-pandemia, impactando a arrecadação do município. Será preciso ser ainda mais cirúrgico nos gastos públicos.

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas