nsc
nsc

NOVOS VELHOS PEDIDOS

Empresários do Vale listam prioridades da região aos candidatos nas Eleições 2022

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
09/05/2022 - 08h04 - Atualizada em: 09/05/2022 - 08h06
Conclusão da duplicação da BR-470 é uma das demandas
Conclusão da duplicação da BR-470 é uma das demandas (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

Empresários já começaram a elencar as prioridades do Vale do Itajaí para o movimento Voz Única. A iniciativa da Facisc, a federação das associações empresariais catarinenses, foi lançada no fim de abril e reunirá as principais demandas regionais para o crescimento e o desenvolvimento do Estado com vistas às Eleições 2022.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Sem nenhuma surpresa, o grande apelo do Vale segue sendo a melhoria da infraestrutura logística. A coluna apurou que a lista local de desejos inclui a conclusão de obras rodoviárias, notadamente a duplicação da BR-470 – incluindo acessos da rodovia aos municípios –, alças de acesso na BR-101 em Brusque e em Itajaí e o prolongamento da Via Expressa em Blumenau.

A relação ainda contempla a implantação de uma pista de cargas no Aeroporto de Navegantes, a complementação das obras da bacia de evolução do Rio Itajaí-Açu – essencial para a atividade portuária –, a extensão do projeto de corredor ferroviário catarinense até a região e o aumento do efetivo das polícias civil e militar.

Quem tem boa memória reconhece a lista. São demandas históricas. A grande maioria é pauta frequente, sobretudo em ano eleitoral – em 2018 os pedidos foram os mesmos. Algumas delas tiveram bom avanço nos últimos quatro anos, entre elas a duplicação da BR-470, mais recentemente turbinada com dinheiro do Estado.

Por outro lado, a repetição de prioridades escancara a morosidade do poder público em desatar os nós que amarram o crescimento da região.

A lista completa de reivindicações vai constar em uma cartilha da Facisc que deve ficar pronta em julho. O documento então será encaminhado a partidos e políticos que disputarão as eleições 2022.

Aliás

Uma das poucas novidades na lista que virá do Vale será o pedido por melhorias na gestão da educação pública. Empresários entendem que é preciso aprimorar a base para amenizar o problema da falta de mão de obra qualificada que preocupa os mais diversos setores da economia. Esta inclusive tem sido uma das bandeiras da atual gestão da Associação Empresarial de Blumenau (Acib).

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Chope será mais caro na volta da Oktoberfest Blumenau

Novo condomínio em Blumenau com 250 apartamentos está em análise na prefeitura

WEG planeja investimento milionário para ampliar fábrica de Blumenau

Negócio que envolve sede própria da Câmara de Blumenau esbarra em conselho

Honda monta fábrica em Santa Catarina

Havan capta R$ 550 milhões em primeiro movimento no mercado de capitais​

Venda de empresa de TI de Blumenau pode sair por mais de R$ 600 milhões

Rede de lojas vai fechar unidade em Blumenau e culpa alta de custos

Retirada de decoração revela "tesouro" escondido na Vila Germânica em Blumenau

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas