nsc
nsc

Em compasso de espera

Festival Brasileiro da Cerveja dentro da Vila Germânica ainda depende do “sim” da saúde

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
23/10/2021 - 06h00 - Atualizada em: 23/10/2021 - 08h51
Evento está pré-agendado para o complexo, mas ainda falta definição sobre o local
Evento está pré-agendado para o complexo, mas ainda falta definição sobre o local (Foto: Daniel Zimmermann, BD, Divulgação)

Salvo um imprevisto dos grandes – bata na madeira, caro leitor –, o Festival Brasileiro da Cerveja voltará ao calendário de Blumenau em 2022. Só falta definir o palco do maior evento do gênero no Brasil. É nos pavilhões da Vila Germânica que expositores e público sempre se encontraram para brindar a cultura cervejeira, mas a realização das festividades no complexo ainda depende do “sim” sanitário, embora já haja agenda reservada.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Por “sim” sanitário leia-se situação da pandemia em março do ano que vem. Embora a vacinação esteja avançada e eventos comecem aos poucos a serem retomados, não há 100% de certeza de que haverá segurança total para promover o festival nos moldes tradicionais, que pressupõem aglomeração de pessoas. É por isso que a Associação Blumenauense de Turismo, Cultura e Eventos (Ablutec) mapeia locais alternativos.

Como o colega Evandro de Assis já antecipou em setembro, há algumas opções em análise. A primeira seria fazer o festival na área externa da Vila Germânica, entre os estabelecimentos do Empório e ocupando uma das pistas da Rua Alberto Stein. O Complexo Esportivo do Sesi e o Vale Auto Shopping também são considerados. Recentemente, surgiu outra alternativa: a direção do Norte Shopping fez contato com a Ablutec disposta a conversar a respeito.

Segundo Develon da Rocha, presidente da entidade, a viabilidade do festival fora da Vila Germânica depende de outro “sim” – o dos cervejeiros. Havia a expectativa de uma reunião de representantes do setor sobre o assunto neste mês de outubro, mas ela deve acontecer em novembro. A organização tenta ganhar tempo.

— O plano A é a Vila Germânica. Porém, a nossa preocupação são os protocolos que estarão em vigência em março e a saúde das pessoas — pondera Rocha, ao lembrar que definições eventualmente passarão por cumprimento de normas estabelecidas pelo governo do Estado e pela prefeitura.

O que já está definido é que o Concurso Brasileiro de Cervejas será na Vila Germânica, entre os dias 5 e 8 de março de 2022. A Ablutec abriu nesta semana as inscrições para a competição, uma das cinco maiores do mundo, que deverá ter quase o dobro de jurados no ano que vem – a expectativa é passar de cerca de 50 para 100.

No caso do Concurso, há “jurisprudência” tranquilizadora: com rigorosos protocolos sanitários e premiação a distância, a competição transcorreu sem problemas neste ano, mesmo em um cenário de início de imunização. Foram quase 500 cervejarias inscritas e mais de 3 mil amostras avaliadas. 

Em relação à Feira Brasileira da Cerveja, o evento que fecha a tríada cervejeira, a situação é um pouco menos delicada do que a do Festival, considera Rocha. Como tem caráter de exposição de negócios, situação em que há protocolos já conhecidos e bem definidos, o risco de realizá-la na Vila Germânica, caso acontecesse hoje, seria menor.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Empresa de Blumenau é comprada por agência gaúcha de marketing digital

Calçadão Brueckheimer em Blumenau pode ganhar cobertura

Ponto do antigo Butiquin Wollstein em Blumenau dá lugar à cafeteria de rede gaúcha

Condomínio de luxo em Gaspar terá quase 30 mil m² de lagos artificiais

Empresa blumenauense de tecnologia PagueVeloz é comprada pela gigante Serasa​​​

Projeto prevê restaurante em terreno com casa histórica no Centro de Blumenau

Mercado público de Blumenau será maior que o previsto e está orçado em R$ 25,3 milhões

50 propagandas antigas de Blumenau que parecem estranhas, mas que já fizeram sentido

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas