nsc
    nsc

    O quebrador do caixa

    Atraso impediu TCE de multar diretor de filme que custou R$ 1,2 milhão para SC

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    17/10/2020 - 06h14 - Atualizada em: 18/10/2020 - 08h05
    Projeto tinha participação da atriz Giovanna Antonelli
    Projeto tinha participação da atriz Giovanna Antonelli (Foto: Reprodução / Trailer The Heartbreaker)

    O nebuloso caso do filme que ninguém conhece, ninguém viu, mas que custou R$ 1,2 milhão aos cofres públicos de Santa Catarina só piora. A punição dada pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) pode estar no limite da lei, mas é um culto à impunidade. Os envolvidos no projeto, que tinha como objetivo divulgar Santa Catarina internacionalmente, receberam a punição de não poderem participar de novos certames públicos até que devolvam o dinheiro ou lancem o filme no Brasil e no exterior. É uma gracinha de punição.

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    > ''Não há razão para salário vitalício'', diz deputado sobre pensão a ex-governadores em SC

    Mas é o máximo que o TCE pode fazer. O caso é de 2014, a prestação de contas foi validada pelo tribunal. Em 2017, o Ministério Público de Contas contestou e apontou que são apenas 14 minutos de cenas gravadas em Santa Catarina e que o filme nunca foi divulgado. 

    Por fim, em agosto de 2020, o TCE reprova as contas da “obra” mas, pelo fato de já se passarem cinco anos, não pode mais aplicar multa devido à prescrição punitiva. A demora no julgamento trouxe prejuízo aos cofres públicos, esse é o resultado prático.

    > Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo

    > Opinião: a irresponsabilidade que pode comprometer a volta às aulas em SC

    Filme oculto

    Ouvido pela repórter Mayara Vieira, da NSC TV, o diretor do filme  The Heartbreaker - O quebrador de Corações, Roberto Carminati, afirma que o filme estrelado por Giovanna Antonelli e o ator americano Todd Rotondi esteve em três salas no Brasil por uma semana em 2012 e teve de 5 a 10 mil espectadores e no exterior, via plataforma de streaming, alcançou 67 mil visualizações. Perguntado onde se poderia assistir ao filme, ele não soube responder. Por enquanto, The  Heartbreaker  é o quebrador do caixa do tesouro estadual.

    Leia também

    > Causa da morte da ex-ginasta Ana Paula Scheffer, que teve passagem por SC, ainda é incerta

    > Foto divulgada por Felipe Neto em postagem sobre Florianópolis foi tirada em Campo Grande

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas