Pré-candidato à reeleição, Adriano Silva (Novo) pretende articular alianças para 2024 com outros partidos, como o governador Romeu Zema fez em Minas Gerais na disputa pelo segundo mandato. Ainda que a coligação seja a meta, o prefeito de Joinville quer manter a chapa com Rejane Gambin (Novo), atual vice-prefeita. “Vou trabalhar para isso”, afirmou o prefeito em entrevista na CBN Joinville nesta quinta-feira.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A formação de aliança para 2024 está em discussão com os diretórios estadual e municipal do Novo. Além do exemplo de Zema, reeleito no primeiro turno em coligação com dez partidos, o resultado do Novo na eleição para a Câmara dos Deputados, sem alcançar a cláusula de barreiras, traz restrições, como menor tempo no horário eleitoral, por exemplo – situação que pode ser revertida por meio de aliança com partidos com mais tempo.

Adriano cita ainda a relação com a Câmara de Vereadores. “Nós tivemos muito apoio de vereadores e políticos de outros partidos. Estamos tendo sucesso na gestão graças também ao apoio de vereadores de outros partidos”. A base governista no Legislativo de Joinville é formada por 15 vereadores, de dez partidos diferentes – o apoio é dos parlamentares, não significa adesão das legendas ao governo.

Para a disputa pela reeleição, Adriano vai buscar a manter a chapa com Rejane Gambin. “Eu e Rejane somos uma dupla que deu certo. Tecnicamente, em gestão, não tem que mexer. De fato, a Rejane é uma vice-prefeita extremamente atuante. Mas claro, quando se fala em estratégia política, isso tem que ser discutido. Eu, pessoalmente, quero muito que a Rejane permaneça como minha dupla, vou trabalhar para isso, mas é uma decisão mais partidária do que do prefeito”.

Continua depois da publicidade

Quanto custaria a tarifa do ônibus em Joinville se não tivesse subsídio

Conta do subsídio do ônibus em Joinville fica acima do esperado e tarifa sobe

Ampliação de museu em Joinville terá R$ 3,3 milhões e será entregue em 2024

Antigo cais de Joinville voltará como “parque flutuante”

Após polêmica, Saúde de Joinville tem aval para contratar telemedicina

Restauração do Moinho Joinville começa pelas fachadas e cobertura

Destaques do NSC Total