nsc
santa

Basquete

Flamengo/Blumenau vai mal na prorrogação e cai nas semifinais do Campeonato Brasileiro de Basquete

Diante de bom público no Ginásio Galegão, os blumenauenses foram superados pelo Liga Sorocabana-SP por 91 a 78 nesta quinta-feira, no tempo extra

05/05/2022 - 21h20 - Atualizada em: 06/05/2022 - 15h20

Compartilhe

Everton
Por Everton Siemann
flamengo-blumenau-basquete-final-four-campeonato-brasileiro-1
Armador Lucas Lima (com a bola) marcou 29 pontos para o time de Blumenau
(Foto: )

O Novo Basquete Brasil (NBB) terá mais um representante paulista na próxima temporada. Isso porque as equipes Liga Sorocabana-SP e São José dos Campos-SP venceram os jogos das semifinais nesta quinta-feira, dia 5, no Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão, e vão decidir o título do Campeonato Brasileiro de basquete.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

No primeiro jogo das semifinais, a equipe de São José dos Campos-SP levou a melhor sobre o time de Araraquara-SP, por 78 a 68. No segundo jogo da noite, a Liga Sorocabana-SP bateu o Flamengo/Blumenau por 91 a 78, na prorrogaçao, e garantiu vaga na decisão da competição. O cestinha da noite foi o armador norte-americano Byron Hawkins, que marcou 33 pontos. Pelo lado de Blumenau, o armador Lucas Lima foi o destaque da partida, com 29 pontos, sete rebotes e três assistências.

Pelo segundo ano consecutivo, a equipe de Blumenau fica pelo caminho na briga pelo acesso ao NBB. No ano passado, os blumenauenses já haviam ficado com o vice-campeonato.

> Projeto Basquete Transforma SC vai valorizar potencial do esporte catarinense

Os quatro times voltam à quadra no sábado, dia 7. Araraquara-SP e Flamengo/Blumenau se enfrentam às 9h, para decidir o 3º lugar. A decisão entre Liga Sorocabana-SP e São José dos Campos-SP está marcada para iniciar às 11h. O campeão garante vaga no NBB na próxima temporada.

O jogo

Com o apoio da torcida, que marcou presença nas arquibancadas do Galegão, o time da casa começou ditando o ritmo do jogo, mostrando mais entrosamento e muita velocidade na movimentações ofensivas. Liderados pelo ala Gabriel Mineiro, que anotou nove pontos, o time de Blumenau fechou o 1º quarto à frente no placar: 19 a 14.

No 2ºquarto, a equipe paulista começou melhor e chegou a tomar a liderança do placar, com sete minitos para o fim do período, com 22 a 19. Os donos da casa reagiram, e logo retomaram a ponta, com 23 a 22, um minuto depois. A partir de então, o jogo ficou nervoso, com as duas equipes cometendo muitos erros, no ataque e na defesa. Após um pedido de tempo e com os nervos no lugar, os dois times calibraram a mão. E os blumenauenses levaram a melhor, indo para os vestiários na liderança: 33 a 32.

> Com show de Vitória Marcelino, Blumenau vence Ituano-SP, fora de casa, em repeteco da final da LBF

Na volta do intervalo, o time paulista começou com a posse de bola e fez questão de mostrar que veio para o jogo, asusmindo a ponta do placar, com a primeira cesta do 3º quarto. Os donos da casa responderam de imediato, com um belo arremesso de três pontos de Gui Bento. Os donos da casa foram mais consistentes e chegaram a abrir seis pontos de vantagem (40 a 34). Os paulistas pararam o jogo, ajustaram a marcação e chegaram a empatar: 42 a 42, a dois minutos do fim. Mais concentrado, o time de Blumenau terminou o 3º quarto à frente: 50 a 47.​

O último quarto começou com os donos da casa mais ajustados e isso se mostrou no placar, com a liderança parcial em 58 a 49 para Blumenau Os paulistas não se deram por vencidos e aos poucos foram trabalhando para cortar a desvantagem, até que conseguiram assumir a liderança: 61 a 60, com quatro minutos para o fim da partida. O arremesso convertido, que colocou Sorocaba-SP à frente fez com que o técnico André Germano, de Blumenau, pedisse tempo.

> Blumenau fecha parceria com o Flamengo e passa a vestir vermelho e preto

A pausa surtiu efeito. Sob a batuta do armador Lucas Lima, o time de Blumenau retomou a liderança do placar, em momento importante, com três minutos para o término do jogo. A partir de então, o duelo foi marcado pelo equilíbrio, decidido cesta a cesta. O equilíbrio foi tamanho que o tempo normal terminou empatado: 68 a 68.

> LeBron James se torna o segundo maior cestinha da história da NBA

No tempo extra, o time paulista começou com a mão quente nos arremessos de longa distância e conseguiu abrir sete pontos de vantagem: 76 a 69. Germano pediu um tempo para ajustar a equipe de Blumenau. A conversa parece não ter surtido efeito, pois os blumenauenses seguiram cometendo erros na defesa e no ataque. Os paulistas, por sua vez, aproveitaram. Explorando as falhas do adversário, a Liga Sorocabana-SP abriu vantagem no placar e venceu por 91 a 78, garantindo a vaga na decisão.

Leia também:

> Como Kobe Bryant ajudou a NBA a conquistar o mundo

> Desafio Basquete Transforma SC conhece os campeões

> JEC e Sociedade Ginástica fazem parceria para disputar o Campeonato Brasileiro de Basquete

Colunistas