Linha Direta está de volta na televisão brasileira e promete a cada episódio tratar de um crime chocante no país. O retorno do programa, após 15 anos no ar, tem a apresentação de Pedro Bial no mesmo horário em já foi exibido na primeira versão. A estreia foi em maio de 2023, na quinta-feira, dia 4.

Continua depois da publicidade

De “cara nova” e com a linguagem atualizada, o Linha Direta de 2023 começou a temporada abordando um dos crimes mais marcantes do Brasil: o primeiro episódio foi sobre o caso Eloá, de 2008.

O segundo episódio é sobre a Barbárie de Queimadas, um estupro coletivo na Paraíba cometido em 2012. O homem apontado como mentor do crime premeditado, Eduardo dos Santos Pereira, chegou a ser preso mas está foragido e o programa surge novamente como uma esperança de auxílio nas investigações.

Já o terceiro episódio do Linha Direta é o caso Henry Borel. A criança de 4 anos foi morta após sofrer diversas lesões pelo corpo. O ex-vereador e padrastro de Henry, Jairinho, e a mãe do menino, Monique Medeiros, são os acusados pelo homicídio.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Continua depois da publicidade

Para quem não lembra, o Linha Direta já foi um grande sucesso da grade da Globo. Entre os anos de 1990 e 2000 – ou seja, durante uma década – o reality que mistura realidade com encenação de crimes reais ficou entre os líderes de audiência. Além disso, o Linha Direta é considerado um pioneiro do gênero “true crime” – na tradução livre, crime verdadeiro – dentro da televisão brasileira.

A ideia por trás de cada edição do Linha Direta é distinta da primeira versão. A cada quinta-feira, o programa irá abordar diferentes temas e crimes. A estreia do Linha Direta, por exemplo, abordará o caso Eloá como um feminicídio, embora o crime nem existisse na época.

O tipo de homicídio, que é o assassinato de uma mulher resultante de violência doméstica ou discriminação de gênero, foi promulgado por Lei somente em 2015. Violência contra criança, LGBTfobia, crimes na internet e racismo serão outros assuntos para os episódios temáticos.

Horário do Linha Direta em 2023

A Globo preservou o dia e horário em que o Linha Direta era exibido nas décadas de 1990 e 2000. O horário do Linha Direta será às 23h, nas quintas-feiras.

Continua depois da publicidade

Na programação da Globo ele é descrito como um “conteúdo investigativo que se une à uma estrutura narrativa que combina apresentação, reportagem, entrevistas e simulações de casos que ganharam destaque na sociedade brasileira”. A exibição será após o Cine Holliúdy.

Apresentador do Linha Direta

Em 2023, Pedro Bial é responsável pela apresentação. O programa contou com os jornalistas Hélio Costa, Marcelo Rezende e Domingos Meirelles na apresentação ao longo dos anos.

Linha Direta tem apresentação de Pedro Bial, direção artística de Monica Almeida, direção geral de Gian Carlo Bellotti, e direção de gênero de Mariano Boni. A redação final é de Pedro Bial e Marcel Souto Maior e a produção de Anelise Franco.

Pedro Bial na apresentação do Linha Direta
Pedro Bial na apresentação do Linha Direta (Foto: Fábio Rocha / Divulgação Globo)

O que muda no Linha Direta em 2023?

Denúncias

O Linha Direta estreou em 1990 e era marcado pela reconstituição, com atores e entrevistas de testemunhas, de crimes e tragédias de grande repercussão no Brasil. Os telespectadores faziam denúncias por meio de uma central telefônica, disponível 24 horas por dia, e pela página do programa na internet. Cerca de 380 criminosos foram localizados pelas autoridades policiais, apenas com os casos relatados na atração.

Continua depois da publicidade

Desta vez, as denúncias não serão realizadas ao vivo ou por meio dos canais da atração. O programa vai divulgar números oficiais de denúncia ao fim de cada exibição.

Tecnologia e linguagem

Mais de vinte anos depois da primeira versão, era esperado que o programa retornasse com mudanças. A tecnologia tem presença essencial na edição deste ano. A modelagem em 3D faz parte dos episódios para trazer mais apelo visual aos documentos de perícia que estão envolvidos em cada um dos crimes. A atração vai contar com inovações tecnológicas e de linguagem. Os laudos de perícia serão apresentados em 3D e haverá a inclusão de imagens de vídeos de câmeras de segurança e captadas por celular.

A linguagem também sofre alterações para que o tom de voz, a forma de narrar e as próprias abordagens dos crimes possam ser realizadas de forma menos sensacionalista e mais conectada com os avanços da sociedade em 2023.

Reconstituições

A apresentação dos crimes também será repaginada. Desta vez, ao invés de atores com “falas” e entrevistas das vítimas ou testemunhas, o Linha Direta terá encenações mais objetivas e as reconstituições vão continuar, mas, segundo o diretor-geral da atração, Gian Carlo Bellotti, elas não terão diálogos. A ideia é que elas sejam um apoio visual para a apresentação dos crimes.

Continua depois da publicidade

Podcast

O novo Linha Direta também vai ganhar um podcast, com conteúdo extra, depoimentos e impressões do apresentador.

Relembre os episódios do Linha Direta em 2023

*com informações de Ricardo Pedro Cruz, da Folhapress

Leia também

O aipim gigante de 110 quilos que surpreendeu casal de idosos em SC

Destaques do NSC Total