nsc
hora_de_sc

PI-FÃIZER

Meme da Pfizer: humorista fala sobre repercussão na internet; veja vídeo

Até Tata Werneck enviou mensagem elogiando o trabalho do artista

16/06/2021 - 09h53 - Atualizada em: 16/06/2021 - 09h59

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Vídeo de Esse menino
Esse menino é o criador do memê que está bombando nas redes
(Foto: )

Há exatamente uma semana, frases como “aqui é ela, a pi-fãizer”, “tá passada?” e “beijinhos científicos” viraram verdadeiros bordões na web. Tudo graças a um vídeo engraçadíssimo postado no Instagram pelo humorista mineiro "Esse Menino", que transformou a troca de e-mails entre a Pfizer e o governo federal, revelada pela CPI da Covid, em uma esquete de amor platônico – por parte da farmacêutica. 

> Receba notícias do NSC Total em seu WhatsApp

O sucesso foi tão grande que rendeu ao artista pelo menos 14,8 milhões de visualizações até a publicação desta reportagem, além de vários compartilhamentos, figurinhas de WhatsApp e, claro, propostas de trabalho.

Veja vídeo

Em entrevista ao parceiro do NSC Total, o Metrópoles, o jovem de 25 anos conta que o roteiro foi escrito em menos de 15 minutos. 

— Eu estava acompanhando a CPI e essa notícia [das tentativas de contato da Pfizer] foi uma das que mais me revoltou, porque a gente poderia estar vivendo uma outra realidade se esses e-mails tivessem sido respondidos. Na minha comédia, sempre tento levar pro lado do absurdo, trazer uma nova visão do que poderia ter acontecido. Aí surgiu a ideia de colocar um cunho romântico, de algo não correspondido. Escrevi super rápido e postei — contou.

> Copa América no Brasil na pandemia rende críticas e memes: 'Cloroquito' e 'Covidinho'

O vídeo, inclusive, quase não foi ao ar. Isso porque Esse Menino ficou em dúvida entre dois roteiros: o da Pfizer e outro sobre publicidade no mês do orgulho LBTQIA+. “Imagina se tivesse sido de outro jeito”, brinca.

Apaixonado por comédia desde a adolescência, Esse Menino prefere ser tratado pelo nome artístico, que é uma homenagem à forma como era tratado pela avó. Ele começou a criar vídeos com a alcunha em 2018, mas nenhum havia feito tanto sucesso. “Eu sou muito ansioso. Então, quando posto um vídeo, evito mexer no Instagram, às vezes até deleto o aplicativo”, afirmou. “Quando eu entrei de novo, fiquei ‘chocada’. Em duas horas, tinham muito mais visualização que qualquer outro”.

O que são as variantes do coronavírus e como elas impactam Santa Catarina

Repercussão

A repercussão do trabalho chegou até mesmo à sua maior referência no humor, Tatá Werneck. Foi pra ela, inclusive, que Esse Menino enviou a primeira inbox de Instagram. “Hoje eu recebi uma mensagem da Tatá me parabenizando, dizendo que me viu falando dela na entrevista, que viu o video, que ‘rachou’. Tô vivendo um momento doido, mas muito feliz".

> Polêmica na CPI da Covid envolve fake news de cidade em SC e ex-estrela pornô; entenda

Apesar das inúmeras mensagens de apoio, não tardou para que as de cunho homofóbico e de ataques ao posicionamento político do humorista, que é assumidamente gay e crítico do atual governo, chegassem. A resposta veio em outro vídeo em que ele contou ter saído do armário com 13 anos, numa cidade do interior, e que não é qualquer comentário que o abala.

— Ah, você acha que a Tatá Werneck gostando de mim eu vou ligar pra ‘bolsominion’? Eu acho que se você assistiu o video [da Pfizer], não concorda com ele, não acredita que poderíamos estar em um lugar melhor, com vacinas… eu te peço: por favor não goste de mim, a gente não fecha, não tem nada a ver. O que eu faço e o que eu vou fazer daqui pra frente é para o meu público — diz ele.

Próximos passos

Em falar em futuro, Esse Menino acaba de fechar um contrato com a badalada agência Mynd, de propriedade de Preta Gil, que já conhecia o trabalho dele, antes da fama de fato chegar. “Várias agências entraram em contato, mas eu ja tinha a Mynd em mente por saber como eles funcionam”.

Ele explica que o principal critério para a escolha foi planejamento a longo prazo. “Pra algumas pessoas, o que está acontecendo essa semana é essa semana, sabe? Tem gente que te apresenta proposta de publicidade pra hoje… Só que eu quero fazer isso pro resto da minha vida. Acho que eles entenderam a minha vibe”, explica.

> Meme de menina que sorri em frente a incêndio é vendido por R$ 2,5 milhões

Além de várias propostas em negociações, o ator também cita um projeto de comédia, que já está pronto e deve ser lançado de forma independente no Youtube, no final do mês. “Tudo que tiver de oportunidade massa, filme, cinema… Eu quero fazer”

Confira entrevista completa

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

*Ranyelle Andrade

Leia mais:

Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

Covid hoje: mapas mostram dados de mortes e da vacina em SC

Butanvac: tudo sobre a vacina brasileira contra a Covid-19

Quais são as comorbidades para a vacina da Covid; confira a lista

Colunistas