nsc
    hora_de_sc

    Crime

    Mulher presa por matar amiga grávida em SC compartilhou pedido de ajuda em rede social

    Vítima estava desaparecida e foi encontrada morta nesta sexta-feira de manhã em Canelinha

    28/08/2020 - 15h02 - Atualizada em: 01/09/2020 - 18h58

    Compartilhe

    Lucas
    Por Lucas Paraizo
    Jean
    Por Jean Laurindo
    Post facebook desaparecimento flavia godinho
    Amigos se mobilizaram nas redes sociais procurando por Flavia. Uma das publicações foi compartilhada pela suspeita
    (Foto: )

    A mulher presa nesta sexta-feira (28) suspeita de matar a amiga grávida e retirar o bebê chegou a compartilhar nas redes sociais um pedido de ajuda. A postagem foi feita por uma outra amiga da vítima, e compartilhada pela mulher que está presa por ser suspeita de ter cometido o assassinato. A vítima do crime, Flávia Godinho Mafra, de 25 anos, tinha desaparecido na tarde de quinta-feira (27), e vários amigos se mobilizaram nas redes sociais na procura por ela.

    > Causa da morte de grávida em Canelinha foi o ferimento cortante na barriga, diz polícia

    > Assassinato de mulher e roubo de bebê foram planejados por dois meses, diz polícia

    A publicação foi compartilhada no Facebook às 6h desta sexta-feira (28), horas antes do caso ser descoberto. 

    Conforme o delegado Paulo Alexandre Freyesleben e Silva, a mulher admitiu o crime na delegacia, e teria dito que inventou a história de um suposto chá de bebê surpresa para atrair a vítima.

    Ainda segundo o delegado, a suspeita conduziu a vítima para uma cerâmica desativada no bairro Galera, em Canelinha. Ao chegar no local, ela teria aproveitado um momento em que a amiga estava de costas para dar um golpe com um tijolo na cabeça da grávida, que caiu ao chão. Em seguida, ela teria dado mais golpes na vítima e utilizado um estilete para cortar a barriga e retirar a criança.

    A mulher relatou ao delegado que simulou um parto espontâneo com a criança da vítima e ligou para o marido, que também foi preso depois. O bebê passa bem e está no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis.

    > Mulher matou amiga grávida com golpe de tijolo na cabeça, diz Polícia Civil

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    O nome da mulher e do marido presos não foram divulgados por causa da Lei de Abuso de Autoridade.

    Leia também:

    Celular de grávida morta em Canelinha é apreendido na casa de mulher suspeita do crime

    > Mulher é suspeita de enterrar bebê recém-nascido nos fundos de casa em Braço do Norte

    > Jovens e agredidas dentro de casa: o perfil da violência contra a mulher em Santa Catarina

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas