nsc
dc

Entrevista

"O distanciamento precisa acontecer e ser respeitado", diz nova secretária de Saúde de SC, Carmen Zanotto

Apesar de apoiar o distanciamento, ela não deve sugerir novas restrições ao Estado

30/03/2021 - 18h54 - Atualizada em: 30/03/2021 - 19h37

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Antes de convite oficial, Carmen Zanotto já foi cotada para assumir a pasta quatro vezes no governo Moisés/Daniela
Antes de convite oficial, Carmen Zanotto já foi cotada para assumir a pasta quatro vezes no governo Moisés/Daniela
(Foto: )

Após aceitar o convite da governadora em exercício, Daniela Reinehr, para comandar a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania) afirmou nesta terça-feira (30) que o controle da pandemia do coronavírus em Santa Catarina depende de distanciamento social.

Apesar disso, antecipou, em entrevista exclusiva ao NSC Notícias, da NSC TV, que não pretende ampliar as proibições no Estado:

> Daniela Reinehr anuncia mudanças em cinco secretarias e pede "luta pela vida" contra a pandemia

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp​ 

- Não adianta pensarmos em restrições mais duras, se não pensarmos na mudança de comportamento individual. Medidas só têm efeito quando se evita, também, pequenas festas de aniversário nas nossas casas ou quando se tem cuidado na hora do lanche, do cafezinho. O distanciamento precisa acontecer e precisamos respeitar no nosso dia a dia.

A deputada, que vai assumir o lugar de André Motta Ribeiro - à frente da pasta desde maio do ano passado -, também admitiu que não esperava por tantas "consequências danosas" causadas pela nova variante do coronavírus e, embora não tenha mencionado estratégias, falou sobre a importância de acelerar a vacinação contra a Covid-19 no Estado.

- Há duas semanas houve uma revisão pelo Ministério Público sobre a utilização das doses D2 (a segunda dose, necessária para a proteção), porque o quantitativo encaminhado de cada lote, 50% ficava reservado. Mas a pandemia estava muito acentuada, então precisamos ampliar as aplicações - encerrou. 

> Como foi o governo de Daniela Reinehr durante o primeiro afastamento de Carlos Moisés

Carmen Zanotto foi cotada para assumir a Secretaria de Saúde na gestão Moisés/Daniela outras vezes desde maio do ano passado, quando estourou a crise gerada pela polêmica compra milionária de 200 respiradores, sem licitação. O primeiro convite oficial, no entanto, foi recusado por ela. 

A deputada é uma das principais referências na área de saúde no Congresso Nacional e é relatora da comissão externa de combate ao coronavírus. 

Leia também

> Gean Loureiro comandará maior consórcio do Brasil para compra de vacinas

> Santa Catarina oficializa critério que define quem tem direito a leito de UTI quando há lotação

> "Se não fosse a Covid-19, ela estaria com a gente agora", diz mãe de bebê que morreu em Joinville

> Gerente que foi trabalhar com Covid-19 em mercado de Chapecó é alvo da fiscalização

> Menino de Chapecó perde 15 kg de quase 200 kg após cirurgia e continua luta contra doença rara

Colunistas