nsc
    dc

    VACINA CONTRA CORONAVÍRUS

    Estudo da UFSC diz que vacina já existente pode reduzir risco da Covid-19

    A pesquisa faz parte de uma série de investimentos contra Covid-19 em Santa Catarina

    01/10/2020 - 09h18 - Atualizada em: 01/10/2020 - 14h05

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Mueller
    Estudo da UFSC usa vacina tríplice viral para buscar imunização contra coronavírus
    Estudo da UFSC usa vacina tríplice viral para buscar imunização contra coronavírus
    (Foto: )

    O uso da tríplice viral contra Covid-19 em Santa Catarina tem resultado em diminuição dos sintomas da doença. Dos voluntários da pesquisa, 83% dos vacinados que se infectaram foram assintomáticos. Já entre os que tomaram placebo, o número caiu para 50%. 

    > Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

    Nas primeiras semanas do estudo, houve um alto percentual de infectados, mas um grande número de pessoas que recebeu a tríplice viral está sem sintomas.

    O estudo, iniciado há 45 dias, é realizado por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). 

    A primeira turma a participar é de aproximadamente 400 profissionais da saúde da Grande Florianópolis, já que estão mais expostos ao novo coronavírus. A conclusão da pesquisa está prevista para o final de dezembro.

    > SC entra na fila para fazer testes de vacina contra coronavírus

    Investimentos contra Covid-19 em SC

    A Fapesc investiu aproximadamente R$ 2,2 milhões em ações contra Covid-19 em Santa Catarina. Estão sendo desenvolvidos produtos para combater a pandemia e seus efeitos, testes mais seguros para diagnósticos da doença, produção de tecido pulmonar humano e ativação de um laboratório na Serra catarinense. O estudo da tríplice viral é um dos cinco projetos aprovados e recebeu cerca de R$ 100 mil para o desenvolvimento.

    O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, explica que, com o avanço das pesquisas e a implementação das propostas pelas empresas, já é possível ter os primeiros resultados das ações apoiadas pela fundação. 

    Leia também:

    Sementes misteriosas “da China” já são registradas em SC

    Queda de meteoro de grande magnitude é registrada no RS; veja vídeo

    MPF cumpre mandado em residência oficial do governador de SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas