nsc
nsc

Economia

Dona de seis shoppings em SC, Almeida Junior pede registro de companhia aberta

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
25/06/2021 - 10h03 - Atualizada em: 25/06/2021 - 10h34
Um dos empreendimentos do grupo no Estado fica em Balneário Camboriú
Um dos empreendimentos do grupo no Estado fica em Balneário Camboriú (Foto: Divulgação)

A Almeida Junior, dona de seis shoppings em Santa Catarina, entrou com pedido de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O processo foi autuado nesta quinta-feira (24) e agora está sendo avaliado. A empresa, no entanto, não apresentou nesse momento um pedido de análise para oferta pública de papéis, segundo informações divulgadas pelo jornal Valor Econômico.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Não é de hoje que o grupo, que controla centros comerciais em Blumenau (Neumarkt e Norte), Balneário Camboriú (Balneário), São José (Continente), Joinville (Garten) e Criciúma (Nações), flerta com a possibilidade de abrir capital. Em fevereiro do ano passado, a Almeida Junior apresentou uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Na época, a companhia informou no prospecto que os recursos a serem levantados seriam destinados para expansões de três shoppings (Norte, Garten e Continente), fortalecimento de capital e pagamento de dividendo extraordinários, mas deixou em aberto o total que pretendia captar. O documento também revelava a intenção de aquisições de participações em outros shoppings.

A pandemia, no entanto, esfriou os planos de entrar na Bolsa. Por outro lado, a crise sanitária acelerou a transformação digital do grupo, que em novembro passado lançou um marketplace corporativo – uma plataforma online que reúne produtos disponíveis nos shoppings.

A Almeida Junior lidera o segmento de shoppings em Santa Catarina, com cerca de 70% do mercado catarinense, e já foi alvo de especulações de uma possível venda para a brMalls, o que foi negado. Segundo informações do prospecto apresentado em 2020, os seis empreendimentos somam 223 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL), têm áreas pré-aprovadas para expansão e somam mais de 1,5 mil lojas.

Leia também:​

Cooper vai investir em lojas menores para acelerar expansão

Gisele Bündchen posa com conjunto de yoga criado por designer de Blumenau

Blumenau avalia impacto de obra de condomínio com 270 apartamentos no bairro Fortaleza

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas