Adriano Silva (Novo), candidato a prefeito de Joinville, participou de entrevista na tarde desta terça-feira (3) no A Notícia. A conversa ao vivo com o colunista Jefferson Saavedra e o jornalista Hassan Farias teve duração de 20 minutos e foi a segunda da série de entrevistas com os 15 candidatos a prefeito de Joinville, nas Eleições 2020

Continua depois da publicidade

> Em site especial, saiba tudo sobre as eleições 2020

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

Entre os temas abordados, estiveram as propostas para a mobilidade e infraestrutura, a privatização de museus e equipamentos públicos, adoção de meritocracia no serviço público, além da revitalização do Centro e outros assuntos.

– Temos três vias: manter o atual governo, fazer com que políticos de carreira entrem no governo ou fazer uma política diferente com pessoas novas e chegarmos à resultados diferentes – defendeu o candidato do partido Novo. 

Continua depois da publicidade

A série de entrevistas com os candidatos começou nesta terça-feira e vai até o dia 12 de novembro, sempre às 14 e 15 horas (veja a programação completa), pelo Facebook do AN e pelo YouTube do NSC Total, com exceção do fim de semana.

Veja a entrevista completa:

Geração de empregos como primeira medida

“A primeira medida que vamos fazer é buscar gerar empregos. Vou liderar um mutirão – e precisa ser um mutirão com secretarias, agências, Câmara de Vereadores, Ministério Público, associações – para rediscutir todo o processo de abertura de empresas para diminuir a burocracia do nosso município.”

Prioridade na infraestrutura

“Vamos dar sequência à obras que foram iniciadas, como a ponte do Adhemar Garcia, que o processo de licenciamento terá sequência. Afinal, entendemos que essa obra é importantíssima. Outras obras têm que ser pensadas e estudadas, como o estímulo da marginal da BR-101 para ela ficar interligada e ser uma peça importante na mobilidade urbana.”

Parcerias com iniciativa privada

“A gente vai tentar trazer parcerias para todas as áreas que a gente conseguir, como Centreventos Cau Hansen, Arena Joinville, Cidadela Cultural, alguns museus podem ser trazidos para a área privada, como o Museu do Sambaqui para podermos explorar de forma positiva e atrair mais turistas para nossa cidade.”

Continua depois da publicidade

Adoção da meritocracia no serviço público

“Ela é fundamental para valorizar os bons profissionais. Hoje, no serviço público, os bons profissionais muitas vezes são abafados por outros profissionais e ficam abafados em uma vala comum, ganhando a mesma coisa. Isso desistimula a criatividade e a vontade de crescer. Agora, a gente só consegue fazer um processo meritocrático a partir do momento em que você consegue ter indicadores estratégicos objetivos para poder medir”.

Revitalização do Centro

“Nós estamos tentando é fazer com que a gente solucione isso de forma sustentável. Se nós colocarmos essa conta só nas costas da prefeitura, ela já demonstrou a incapacidade dela de manter os seus ambientes públicos organizados. Para o Centro da cidade estamos propondo um novo setor econômico, que é o Distrito Criativo”

Leia mais:

> Proposta cita criação de secretaria para pavimentação e zeladoria em Joinville

> Proposta sugere novo mercado público em área de terminal de ônibus em Joinville

> Ampliação da duplicação da Santos Dumont entra nas propostas

> Movimento quer a volta da Fundação Cultural em Joinville

> Eleições em Joinville: candidatos preparam estratégia sobre Bolsonaro

> Ponte de mais R$ 100 milhões ainda distante da campanha em Joinville

Destaques do NSC Total