nsc
    santa

    Pandemia

    Casas noturnas promovem festas e geram aglomeração em Blumenau

    Mesmo proibidos de funcionarem por conta da pandemia do coronavírus, espaços permitem entrada do público e dança

    09/01/2021 - 21h13 - Atualizada em: 11/01/2021 - 08h51

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Casa noturna Rivage em Blumenau
    Festa na Rivage ocorreu sexta-feira
    (Foto: )

    Imagens de casas noturnas em pleno funcionamento em Blumenau circulam pelas redes sociais, apesar da cidade e região estarem no nível gravíssimo para o coronavírus, conforme matriz de risco do Estado. Esses locais estão proibidos de abrirem as portas por conta das regras sanitárias, mas publicações mostram que festas ocorreram nesta sexta-feira (8).

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Um dos vídeos foi gravado na Rivage, no bairro Itoupava Norte. Pessoas aglomeradas, sem máscaras e com copos nas mãos dançam ao som de um DJ. Uma outra gravação, em uma tabacaria não identificada, exibe jovens cantando e usando narguilés (veja abaixo).

    > Vídeo mostra balada lotada em festa com ‘celulares proibidos’ em Balneário Camboriú

    Blumenau está desde quarta-feira (6) entre as 10 regiões de Santa Catarina que têm risco gravíssimo para a contaminação de coronavírus. Isso significa que os estabelecimentos precisam mudar, a partir do momento da publicação da situação, algumas medidas. No caso das baladas, que até então poderiam funcionar com 20% de ocupação por causa do risco grave, o fechamento deve acontecer.

    Porém, não é a primeira vez que descumprimentos são flagrados no município. No final de novembro, quando as casas noturnas também estavam proibidas, uma festa com cobrança de ingressos ocorreu no bairro Velha. Convites para eventos assim ocorrem livremente pelas redes sociais, com divulgação das atrações musicais, valores e sistema de venda de bebidas. 

    > Coronavírus já fez mais de 5,6 mil vítimas em SC; casos ativos aumentam

    A situação se repete no Litoral. Em Balneário Camboriú, imagens de uma casa noturna completamente lotada ganharam repercussão na internet neste sábado (9). A cidade também está no risco gravíssimo para o coronavírus. 

    O que diz a Rivage

    A direção da Rivage informou, via assessoria de imprensa, que a festa foi feita porque “de acordo com os órgãos fiscalizadores, o decreto só entraria em vigor no domingo, às 8h”. Ainda de acordo com os responsáveis, como os ingressos haviam sido vendidos antecipadamente, o evento foi mantido com 20% da capacidade de público.

    > Blumenau soma mais de 1 mil casos e 11 mortes por Covid-19 nos primeiros dias de 2021

    Falta fiscalização

    A prefeitura, que possuía uma força-tarefa para orientar sobre as medidas restritivas impostas pelo Estado, não recebeu nenhum chamado nesta sexta-feira. A instituição explicou, via assessoria de imprensa, que as denúncias estão sendo centralizadas na Polícia Militar, já que as regras são estaduais. Até o fechamento deste texto a reportagem não havia conseguido contato com a PM.

    > Natalia Pasternak: coquetel de medicamentos com ivermectina é baseado em medicina fantasiosa

    Coronavírus em Blumenau

    Neste sábado a cidade soma 33.402 casos confirmados, sendo que 1.296 estão em tratamento. Os hospitais estão com 62% de ocupação em UTIS, com 58 pacientes ocupando os leitos. Até o momento 268 blumenauenses morreram devido à doença. 

    Festas em Blumenau nesta sexta 

    Leia mais

    > Tratamento com ivermectina e cloroquina é criticado por pesquisadors da UFSC

    > Dagmara Spautz: Santa Catarina passou de exemplo para vergonha nacional no combate ao coronavírus

    > Entidades se manifestam contra indicação de ivermectina para pacientes com covid-19

    > Imagens de festas sugerem fiscalização ineficiente em SC

    Colunistas