nsc
dc

TRAGÉDIA EM SAUDADES

Em estado grave, autor de ataque a creche de SC é intubado

O jovem de 18 anos teria tentado se matar após ter cometido o crime na escola

05/05/2021 - 14h31 - Atualizada em: 05/05/2021 - 14h44

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
O jovem chegou a escola de bicicleta, armado com faca e adaga para cometer o crime
O jovem chegou a escola de bicicleta, armado com faca e adaga para cometer o crime
(Foto: )

O estado de saúde de autor do ataque que matou a facadas cinco pessoas, em Saudades, se agravou e ele está intubado e sedado.

O jovem de 18 anos está internado em estado gravíssimo, segundo o mais recente boletim médico. Ele teria tantado suicídio após matar três crianças, uma professora e uma funcionária em uma escola infantil no Oeste de Santa Catarina.

> Ataque a creche em SC: veja o que já se sabe sobre crime que deixou cinco mortos

> Despedida a vítimas de ataque a creche em SC é feita em velório coletivo

Incialmente, o rapaz foi levado ao Hospital Regional de Pinhalzinho, cidade distante 11km do local do ataque. Depois, por questão de segurança, acabou transferido para outra casa de saúde, em Chapecó.

Segundo a direção do Hospital de Pinhalzinho, a transferência ocorreu em razão de temor de invasão do local para linchamento dele.

A Polícia Civil de Santa Catarina investiga o caso. Ainda não há conhecimento de desavenças ou problemas pessoais do jovem para cometer o ataque. Ele não teria ligação com os profissionais da creche nem com as crianças.

O crime

A creche Pró-Infância Aquarela foi invadida por volta das 9h30 na manhã de terça-feira (4). Saudades tem apenas 10 mil habitantes e fica no extremo oeste de Santa Catarina.

Segundo informações da Polícia Civil de Santa Catarina, o jovem usou uma adaga para desferir os golpes.

> Autor de ataque a creche em SC usou espada para matar crianças e funcionárias; veja foto

> Um dia após ataque a creche em SC, polícia ainda tenta entender as motivações do crime

Entre as vítimas, estão a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos; a agente educadora Mirla Renner, de 20 anos; e três crianças menores de 2 anos.

A governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), decretou luto oficial de três dias no estado.

* Por Otávio Augusto

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia também:

Familiar de vítima do ataque a creche em SC cobra medidas de segurança em escolas

Fotos mostram resgate após ataque a escola em SC com cinco mortos

Identificada funcionária morta em ataque a creche no Oeste de SC

“Uma cena de terror”, diz secretária de Educação sobre ataque a creche no Oeste de SC

Mensagens sobre novos ataques a escolas em SC são falsas, alerta polícia

Ataques a escolas no Brasil: 8 vezes em que o país viveu cenas de terror

Colunistas