nsc
nsc

SURTO DE CORONAVÍRUS

Blumenau avalia adotar novas medidas para tentar conter avanço de casos de Covid-19

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
13/01/2022 - 08h28 - Atualizada em: 13/01/2022 - 08h32
Medidas não devem afetar horário de funcionamento do comércio e do setor de serviços
Medidas não devem afetar horário de funcionamento do comércio e do setor de serviços (Foto: Patrick Rodrigues)

A prefeitura de Blumenau avalia adotar algumas medidas para tentar conter a escalada de novos casos de Covid-19 que devem respingar em setores da economia. Existe a expectativa de que elas sejam anunciadas nesta quinta-feira (13). O próprio prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) deve comunicá-las durante uma transmissão pelas redes sociais.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Ao contrário de momentos anteriores da pandemia, as medidas de agora não devem restringir o horário de funcionamento do comércio e do setor de serviços, como bares e restaurantes. Mas a coluna apurou que pode haver algo relacionado à capacidade de ocupação dos estabelecimentos. Ainda assim, apenas alguns segmentos serão contemplados.

O município também vai intensificar ações de fiscalização e orientação sobre o cumprimento de protocolos sanitários, por meio da Vigilância Sanitária. Com o avanço da vacinação, muita gente relaxou. Há lojas, comércios e restaurantes em que o álcool gel sumiu das vistas e funcionários passaram a fazer vista grossa para pessoas que entram ou circulam sem máscara. Já não há a mesma ênfase de antes na defesa e na cobrança pelos cuidados.

Esforços nesta linha têm como objetivo brecar a velocidade do contágio. Somente nesta quarta-feira (12) o município contabilizou 932 novos casos de Covid-19. É um recorde para um período de 24 horas. 

Além disso, mais 20 servidores da rede de saúde foram afastados por confirmação ou suspeita de terem contraído o novo coronavírus. Já são 54 profissionais nesta condição, o que impacta no atendimento das unidades de saúde, que têm registrado filas e aglomerações nos últimos dias. A carência de mão de obra, inclusive, levou a prefeitura a suspender a testagem em terminais de ônibus, prevista para iniciar nesta semana.

O novo surto também já acendeu o sinal de alerta nas empresas. Na semana passada, entidades representativas, como a Associação Empresarial de Blumenau (Acib) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), disparam comunicados aos associados com um apelo para que os protocolos sanitários sejam reforçados.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Startup de Blumenau acerta fusão com concorrente de São Paulo

Complexo prisional de Blumenau avaliado em R$ 240 milhões será discutido em audiência pública

Tecnoblu mira liderança na América do Sul e quer ser referência mundial em moda, diz fundador

Empresa Unifique negocia naming rights da Praça da Estação em Blumenau

Mudança em lei pode dar fim à novela do Edifício América em Blumenau, diz advogado

Bolsonaro e Hildebrandt têm visões diferentes sobre férias e papel do gestor público

Praça de alimentação da Sommerfest Blumenau deve ser mantida mesmo com festa cancelada

Surto de Covid-19 em Blumenau acende sinal de alerta entre as empresas

Empresa de Blumenau é vendida por R$ 85 milhões a multinacional bilionária do Canadá

Unifique desembolsa R$ 75 milhões e compra duas empresas em 10 dias​​​​​

Marca Sulfabril é vendida e deve voltar ao mercado em 2022​​​​​​​​​

Antiga fábrica de centenária empresa de SC é comprada por R$ 37,5 milhões em leilão

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas