nsc
nsc

Áreas de Lazer

Empresa Unifique negocia naming rights da Praça da Estação em Blumenau

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
09/01/2022 - 07h00
Área ao lado da prefeitura está sendo revitalizada
Área ao lado da prefeitura está sendo revitalizada (Foto: Divulgação)

A futura Praça da Estação, ao lado da prefeitura de Blumenau, deve levar o nome da provedora catarinense de internet Unifique. A empresa de Timbó negocia os naming rights com a Insight Engenharia, vencedora da concessão que autoriza a exploração comercial da área por 30 anos. As conversas começaram ainda em 2021 e avançaram nas últimas semanas. Como as tratativas não estão 100% fechadas, oficialmente as partes ainda não se manifestam, mas a coluna apurou que tudo está bem encaminhado. O contrato deve ser celebrado em breve.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Em princípio, os naming rights serão válidos por 15 anos – ou seja, metade do período de concessão –, mas esse prazo pode ser prorrogado. Uma das ideias da Unifique seria fazer do espaço uma espécie de vitrine do portfólio da empresa. Isso incluiria disponibilizar wi-fi gratuito ao público. O projeto da praça prevê ainda a possibilidade do uso de tecnologias interativas que ajudariam a contar a história da antiga estação de trem, inspiração para a proposta de revitalização.

> Mudança em lei pode dar fim à novela do Edifício América em Blumenau, diz advogado

A iminente vinculação da Unifique agrega valor ao espaço. A empresa está em alta: abriu capital em 2021, venceu o leilão para fornecer a tecnologia 5G na região Sul e está com apetite para crescer. Foram 10 aquisições feitas no ano passado e uma já consolidada no primeiro dia útil de 2022.

A negociação também representa um sinal positivo no contexto da política de concessões adotada por Blumenau. Mostra que projetos com a dose certa de viabilidade financeira são atrativos para empresas que têm bala na agulha e estão dispostas a investir. Viabilidade, aliás, que faltou na proposta para o Mercado Público, que precisará ser revista depois de não surgirem interessados em construir a estrutura próxima à Vila Germânica.

Máquinas retomaram o trabalho no terreno nesta semana
Máquinas retomaram o trabalho no terreno nesta semana
(Foto: )

Em obras

Por falar na Praça da Estação, máquinas retomaram no início desta semana os trabalhos no terreno. A Insight recebeu no fim do ano passado a autorização da prefeitura de Blumenau para iniciar a obra do prédio que vai simular a antiga estação de trem. Nele funcionarão um restaurante e uma padaria. Também haverá uma área para lojas de souvenires. A terraplanagem está praticamente concluída.

A parte de arborização também já foi aprovada. Falta ainda acertar os detalhes finais do projeto envolvendo o mobiliário. Como esta é uma das últimas etapas, a construção em si já pode começar. A expectativa é que tudo esteja pronto até agosto. Por ora, o quiosque até então usado pela Polícia Militar será preservado e usado como escritório da obra.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Bolsonaro e Hildebrandt têm visões diferentes sobre férias e papel do gestor público

Praça de alimentação da Sommerfest Blumenau deve ser mantida mesmo com festa cancelada

Surto de Covid-19 em Blumenau acende sinal de alerta entre as empresas

Empresa de Blumenau é vendida por R$ 85 milhões a multinacional bilionária do Canadá

Unifique desembolsa R$ 75 milhões e compra duas empresas em 10 dias​​​

Centro de Convenções de Blumenau ganha sinal verde do governo de SC​​​​​​

Marca Sulfabril é vendida e deve voltar ao mercado em 2022​​​​​​​​​

Antiga fábrica de centenária empresa de SC é comprada por R$ 37,5 milhões em leilão

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas