nsc
nsc

Turismo e lazer

Empresa de ex-vereadores de Blumenau fará projeto para explorar o Morro Azul em Timbó

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
13/09/2021 - 18h08
Morro Azul está localizado no bairro Mulde Alta, há cerca de 18 quilômetros do Centro de Timbó
Morro Azul está localizado no bairro Mulde Alta, há cerca de 18 quilômetros do Centro de Timbó (Foto: R2 Imagens)

Depois de se sagrar vencedora da concessão da Praça da Estação, em Blumenau, a Insight Gestão e Consultoria agora está de olho na vizinhança. A empresa, que tem como sócios os ex-vereadores Robinho Soares e Fábio Fiedler, credenciou-se junto à prefeitura de Timbó para desenvolver um projeto de revitalização e exploração comercial do Parque Natural Municipal Freymund Germer, mais conhecido como Morro Azul.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Ao lado da empresa Hunter Soluções de Comunicação e Serviços, também com sede em Blumenau, a Insight forma um consórcio batizado de Parque Morro Azul, o único a manifestar interesse na elaboração das análises técnicas, jurídicas e de viabilidade financeira dentro do prazo, que terminou oficialmente nesta segunda-feira (13). Os investidores têm prazo de 60 dias para apresentar os estudos à prefeitura.

O material elaborado pelas empresas servirá como base para o município. Ele pode ser aproveitado na íntegra ou sofrer alterações. Se o modelo for considerado vantajoso, a prefeitura lança uma licitação para abrir a concorrência de investidores. O próprio autor do estudo, neste caso, pode participar. Se outra empresa ou consórcio levar a disputa, precisará pagar à Insight e à Hunter os valores do estudo.

> Ex-vereadores de Blumenau voltam aos holofotes como investidores em concessões

A gestora do turismo de Timbó, Caroline Reinicke, diz que a expectativa da prefeitura é lançar o edital ainda neste ano. Detalhes do documento só serão conhecidos após a análise do estudo, mas por se tratar de um investimento milionário que virá da iniciativa privada, o prazo de concessão deve ser superior a 20 anos, estima ela.

Conhecida por abrigar uma área de camping, rampa de voo livre e o balanço do infinito, a área atualmente é gerida pelo Instituto Aracuã, uma entidade sem fins lucrativos que recebe cerca de R$ 12 mil por mês da prefeitura para manter o espaço. No termo de referência, a prefeitura de Timbó sugere a implantação no local de chalés, lojas de souvenires, uma tirolesa e espaços de alimentação, entre outras atrações que garantiriam retorno financeiro aos investidores.

À coluna, Robinho já havia antecipado que a Insight faria uma proposta de revitalização do Morro Azul. A empresa também disputou a concessão da Praça Dr. Blumenau e apresentou proposta para explorar a marca Oktoberfest Blumenau. Neste último caso, foi inabilitada da concorrência pela Comissão de Licitações, mas recorreu da decisão.

Leia também​

Blumenau terá novo parque gastronômico no bairro Vila Nova

A semana decisiva para a Oktoberfest Blumenau

Restaurante Seu Porco vai abrir filial em Timbó e prepara rede de franquias

João Paulo Taumaturgo vai assumir vaga na Câmara de Vereadores de Blumenau

Mesmo com 150 funcionários, Câmara de Blumenau vai contratar perícia externa para CPI

Novo gestor do Neumarkt Blumenau sobre a pandemia: "Foi um MBA na prática"

Empresa negocia naming rights da futura Praça da Estação em Blumenau

Conselho da Unimed Blumenau aprova estudo para retomar obras de hospital​​​

​​​​​​Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas