nsc
hora_de_sc

Descontos

Black Friday 2021 no Brasil: quando acontece

Saiba quando será a Black Friday 2021 no Brasil e comece a se programar para comprar o que deseja

21/09/2021 - 08h57 - Atualizada em: 25/11/2021 - 08h38

Compartilhe

Por Redação NSC
Black Friday acontece em novembro no Brasil
Black Friday acontece em novembro no Brasil
(Foto: )

A Black Friday acontece anualmente no Brasil desde 2010, ano em que contou com a participação de apenas algumas lojas online. Desde então, milhares de pessoas aguardam ansiosas pela data para comprarem o que desejam com desconto e condições especiais de pagamento. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Mas você sabe onde surgiu a Black Friday e quando acontecerá em 2021 no Brasil? Continue lendo para saber como economizar até a data sem grandes esforços.

Origem da Black Friday

A Black Friday teve origem nos Estados Unidos. Como o Dia de Ação de Graças sempre cai na quarta quinta-feira de novembro, a sexta-feira seguinte costuma ser considerada um feriado não oficial. Neste dia, as lojas baixam os preços - historicamente por apenas um dia - para iniciar a temporada de Natal. Desde então, outros países aderiram a essa tendência.

Na segunda-feira logo após a Black Friday, acontece a Cyber Monday, que começou também nos EUA em 2005, quando a National Retail Federation - associação comercial americana - notou um aumento nas vendas online na segunda-feira após o Dia de Ação de Graças.

O objetivo da Black Friday americana é limpar os estoques das lojas físicas, porém no Brasil é bem diferente. Por aqui, o foco inicial da data eram as vendas on-line, e depois se estendeu para todos os tipos de lojas no país.

> Como não cair em golpes na Black Friday

A Black Friday nos EUA tem preços muito baixos
A Black Friday nos EUA tem preços muito baixos
(Foto: )

Black Friday 2021: quando acontece no Brasil?

Em 2021, a Black Friday acontece no dia 26 de novembro no Brasil.

Em 2020, a pandemia da Covid-19 colaborou para o crescimento do comércio eletrônico e, consequentemente, para o super faturamento da Black Friday. A Black Friday e a Cyber Monday movimentaram juntas cerca de R$ 7,72 bilhões, um aumento de 27,7% em relação à 2019, de acordo com dados da Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce.

Em 2021, estima-se que o e-commerce brasileiro fature – no ano todo - cerca de R$ 110 bilhões.

Black Friday e Cyber Monday movimentam o comércio brasileiro
Black Friday e Cyber Monday movimentam o comércio brasileiro
(Foto: )

Segundo levantamento da Ebit | Nielsen, a Black Friday brasileira rendeu, em 2014, cerca de R$ 1,2 bilhão em vendas e, em 2019, o faturamento das vendas chegou a R$ 3,2 bilhões.

Quando os lojistas devem começar a se preparar

Algumas empresas já estão preparando suas estratégias de vendas on-line e em lojas físicas para realizarem vendas antecipadas na semana do dia 21 – a chamada Black Week - ou em novembro, mês da Black Friday.

A cada edição da Black Friday, as empresas planejam novas maneiras de melhor a experiência de compras de seus consumidores. Para isso, elas investem em infraestrutura, na diversidade de produtos, preços competitivos, parcerias, entregas mais rápidas e um bom pós-venda.

> Celular e computador fazem mal para os olhos? Entenda

Quando e como as pessoas começam a se preparar para a data

Ao logo do ano, os consumidores podem fazer, mensalmente, uma reserva financeira para comprar, em novembro, o que desejam e também aproveitar as promoções imperdíveis inesperadas.

Além disso, é importante acompanhar os valores dos produtos desejados. Há ferramentas, como o Zoom, que mostram um histórico do valor dos produtos nos últimos meses. A partir daí, você pode verificar se, durante a Black Friday, o valor de determinado produto está com um desconto real.

> Melhores aplicativos para comparação de preço na Black Friday

Produtos mais buscados na Black Friday

Segundo levantamento feito pelo site oficial da Black Friday Brasil, os celulares/smartphones são os produtos mais procurados durante a campanha, 36,5%. Logo em seguida, vem os eletrodomésticos (36,3%), televisores e vídeo (29,3%), informática e tablets (24,1%), móveis e decoração (22,4%), moda e vestuário (22,2%), eletroportáteis (21,3%), viagens (19,2%) e beleza 16,8%) e livros e papelaria (12,6%).

Smartphones e celulares são os itens mais procurados na Black Friday
Smartphones e celulares são os itens mais procurados na Black Friday
(Foto: )

Dicas para economizar e guardar dinheiro até a Black Friday

  • Estabeleça metas
  • Avalie o seu orçamento
  • Registre seus gastos
  • Controle seus impulsos
  • Evite usar crédito para pagar suas contas
  • Evite usar crédito para pagar suas contas
  • Reduza os pedidos de comida por aplicativos
  • Pague suas contas em dia

Estabeleça metas

Pra que você vai guardar dinheiro? Para comprar, à vista, uma TV 55” ou um refrigerador na Black Friday, por exemplo. Para começar, calcule a quantia que você precisará economizar e quanto tempo terá para isso.

Avalie o seu orçamento

O orçamento ajuda você a dar prioridade às suas despesas e encontrar um equilíbrio entre gastar e economizar durante o ano.

Calcule todas as suas despesas regulares e subtraia esse valor da sua renda mensal. Se você observar que está gastando mais do que ganha, avalie os cortes que podem ser feitos.

> Melhores horários para postar no TikTok

Registre seus gastos

Você já parou pra pensar que pequenos gastos acabam custando mais caro? É fundamental controlar os gastos do dia a dia, porque isso ajuda a evitar compras por impulso.

Controle seus impulsos

Cartões de crédito, caixas eletrônicos e compras online tornam mais fácil gastar dinheiro, principalmente naquelas coisas que não precisamos, mas queremos comprar.

Por isso, se você vir algo que deseja, tente fazer o seguinte teste: espere pelo menos um dia antes de fazer a compra. Se for algo muito desnecessário, espere 30 dias. Você pode acabar descobrindo que a vontade passou. Outra maneira de frear o impulso de comprar é calcular quantas horas ou dias de trabalho o preço daquele produto representa. A resposta pode te mostrar que aquele produto não vale a pena.

Evite usar crédito para pagar suas contas

Embora possa tornar as coisas mais fáceis agora, usar o crédito apenas aumentará seus pagamentos mensais no futuro.

Reduza os pedidos de comida por aplicativos

Mesmo que a refeição não seja cara, fazê-la com frequência pode realmente representar um gasto significativo no fim do mês. Uma pizza de R$ 40, uma vez por semana, custará quase R$ 2.000 ao ano.

> Como ganhar dinheiro na internet

Pague suas contas em dia

Você pode economizar dinheiro pagando sua conta em dia, evitando a cobrança de juros e multas ao pagar as contas com atraso.

Uma boa ideia para não perder as datas de vencimento das contas é configurar um pagamento automático (para valores de pagamento regulares) ou débito direto (para valores irregulares). Suas contas serão pagas automaticamente todos os meses na data de vencimento.

Melhores aplicativos de comparação de preço na Black Friday

Você também pode querer ler

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

Caso Evandro: o que aconteceu e as teorias do crime da série na Globoplay

Praias próprias para banho em Santa Catarina

Quatro praias com belezas naturais para descobrir no verão em Santa Catarina

5 praias de mar calmo para relaxar no Litoral Norte de SC

Colunistas