nsc
    an

    Eleições

    "Candidatos a prefeito de Joinville ainda não entenderam as redes sociais", analisa cientista político

    Especialista avalia presença dos candidatos nas mídias sociais durante eleição

    14/10/2020 - 13h20

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Redes sociais
    Redes sociais
    (Foto: )

    Os candidatos a prefeito de Joinville somam 126 mil seguidores/curtidas nas redes sociais, mas ainda estão longe de aproveitar ao máximo as potencialidades do ambiente digital nas Eleições 2020. O doutor em Ciência Política e pesquisador na área de política nas mídias digitais, João Kamradt, diz que os candidatos sabem da importância das redes, mas ainda não entenderam muito bem como elas funcionam.

    > Em site especial, saiba tudo sobre as Eleições 2020 em SC

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    O especialista explica que a rede social é um processo contínuo de construção de imagem e posicionamento de marca. Porém, há casos de candidatos que criaram páginas há menos de um mês e outros fazem as mesmas publicações em redes diferentes, sem respeitar as linguagens distintas de cada um dos canais.

    - Tem que se criar uma lógica de engajamento e, em uma campanha curta como esta, os candidatos estão, parcialmente, aplicando o que fazem na campanha tradicional e não vendo as redes sociais de maneira decisiva - aponta.

    > Saiba quem são os candidatos a prefeito em Joinville nas Eleições 2020

    Para Kamradt, os candidatos entendem a importância das redes sociais, mas ainda não sabem usá-las corretamente e não têm as colocado como prioridade. O pesquisador destaca que a sociedade teve uma mudança na forma de se comunicar e quem entender isso vai ter vantagens.

    - Cedo ou tarde alguém vai perceber que tem um filão ali para aproveitar. E quem chegar, vai patrolar - aposta.

    > Joinville tem recorde de candidatos a prefeito nas eleições 2020

    O especialista acredita que possa surgir alguma surpresa nas campanhas para vereador, em que os candidatos costumam se arriscar mais durante o processo eleitoral. Para ele, há chances de algum nome "menos conhecido" e que esteja se saindo bem nas redes sociais conseguir vaga na Câmara. 

    Por enquanto, o especialista acredita que o WhatsApp possa ter um papel ainda mais decisivo do que as redes sociais nas eleições de 2020. Isso porque os disparos em massa continuam sendo oferecidos e a Justiça Eleitoral ainda tem dificuldades para monitorar esse recurso.

    > “Com Fé”, “Acima de Tudo”, “Juntos”, “Gente”: como as alianças se chamam em Joinville nas Eleições 2020

    Como os eleitores podem aproveitar as redes sociais nas eleições:

    Com a força do aplicativo de mensagens e das redes sociais, o eleitor precisa ter uma série de cuidados para não ser vítima de fakenews ou ser prejudicado por informações desencontradas. Para que os joinvilenses possam ter um melhor aproveitamento das mídias para definir o voto, Kamradt sugere algumas dicas:

    - Não compartilhe toda informação que você recebe. Respire cinco segundos para pensar se aquela informação é verdadeira. Busque outra fonte com credibilidade para checar. Às vezes, uma consulta ao perfil da pessoa já ajuda a entender se é verdade ou não;

    - Crie um certo grau de civilidade ao debate. Discuta dentro de uma lógica em que o outro possa ter um ponto de vista diferente e você consiga respeitar, por mais que não concorde;

    - Memes são divertidos, mas podem provocar uma ofensiva e servir para aumentar o conflito. Quem faz o meme está fazendo política. Tente posicionar esse indíviduo dentro do contexto político;

    - Aceite páginas de fora da sua bolha para criar um grupo mais heterogêneo e observar ponto de vistas diferentes.

    Leia mais:

    > Proposta cita criação de secretaria para pavimentação e zeladoria em Joinville

    > Proposta sugere novo mercado público em área de terminal de ônibus em Joinville

    > Ampliação da duplicação da Santos Dumont entra nas propostas

    > Movimento quer a volta da Fundação Cultural em Joinville

    > Eleições em Joinville: candidatos preparam estratégia sobre Bolsonaro

    > Ponte de mais R$ 100 milhões ainda distante da campanha em Joinville

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas