nsc
hora_de_sc

Viagem

Cataratas do Iguaçu tem paisagem deslumbrante e passeio inesquecível

As quedas d´água que formam as Cataratas do Iguaçu foram eleitas uma das Sete Maravilhas Naturais do mundo

14/05/2022 - 04h00

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
As Cataratas do Iguaçu integram um roteiro de viagem imperdível
As Cataratas do Iguaçu integram um roteiro de viagem imperdível
(Foto: )

Se você ainda não conhece, reserve um tempo para conhecer. E se já visitou pode pensar em rever tantas maravilhas num só lugar. Estamos falando das Cataratas do Iguaçu, um show da natureza imperdível. Carregue seu celular, prepare-se para fotos incríveis e boa viagem.

> Receba notícias do DC via Telegram

Além de muita beleza, a infraestrutura é excelente e o local é cercado de lendas e mistérios, que tornam o roteiro ainda mais especial. 

Consideradas um dos mais importantes cartões-postais, as Cataratas do Iguaçu são ponto turístico tanto no Brasil, quanto na vizinha Argentina. Elas se dividem entre os dois países. O passeio e a estadia por lá são impressionantes, tanto é que a região é Patrimônio Natural da Humanidade!

O Rio Iguaçu divide os dois países. Por isso, parte das quedas está em Foz do Iguaçu. E outra parte, na cidade argentina de Puerto Iguazu. Você sabia que o Parque Nacional do Iguaçu e o Parque Nacional del Iguazú são considerados Patrimônio da Unesco desde os anos 80? Pois são.

Nos dois lados das Cataratas do Iguaçu, as vistas panorâmicas são um espetáculo de encher os olhos. As quedas e suas paisagens naturais podem ser vistas de pertinho. Por isso, recomenda-se usar capas de chuva. Caso contrário, a molhadeira é geral.

Estando por lá, um programa pitoresco é visitar o Parque das Aves, localizado em frente à entrada do Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu. Se você gosta de animais e está com tempo, o Macuco Safari também é uma atração interessante. Dali é possível ir de bote até bem próximo das quedas d’água!

A água fica tão perto dos turistas que eles levam capas de chuva pra se proteger
A água fica tão perto dos turistas que eles levam capas de chuva pra se proteger
(Foto: )

> 15 ilhas paradisíacas com água cristalina para conhecer no Brasil e no mundo

Como é o passeio no Parque Nacional do Iguaçu?

É muito lindo e bem cuidado. Tudo funciona bem. Para chegar à trilha principal, você pega um dos ônibus do Parque e depois um trenzinho, cujos bilhetes estão inclusos no ingresso. 

O trajeto é realizado em meio à natureza exuberante. É possível, ainda, fazer essa trilha a pé ou pedalando. Só não é permitido entrar com carro próprio. Mas os transportes coletivos do próprio parque são divertidos e confortáveis.

Esta trilha percorre uma área de 1200 metros de extensão. No caminho já alguns mirantes que oferecem uma visão linda dos saltos e quedas d'água. A fauna e a flora também não deixam a desejar. Durante o trajeto, é encantador ver alguns animais como o quati e muitos pássaros coloridos. 

Ao final, os turistas são brindados com uma vista da Garganta do Diabo, de cair o queixo. É a mais deslumbrante das quedas com cerca de 90 mim metros de altura. Para quem gosta de uma aventura mais radical, a trilha das Bananeiras é um passeio ecológico que reúne tracking e navegação. 

São 2 Km no meio da floresta. E conta com a acompanhamento de guias treinados. Você vai fazer uma parada na Casa da Mata, de onde é possível observar a natureza a 10 metros de altura. Depois é hora de embarcar em caiaques infláveis e usufruir de toda beleza que o parque oferece. 

Existem, também, outras trilhas que você pode escolher no local. Uma delas segue rio acima até as Cataratas do Iguaçu, onde a experiência é única e impressionante: bem pertinho das quedas d'água. 

> De Ilha dos bonecos a colina das cruzes: os lugares mais assustadores do Brasil e do mundo

Como chegar

As Cataratas do Iguaçu ficam bem perto do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. A partir do terminal de transporte urbano, você pode pegar um ônibus que vai direto para a Avenida das Cataratas. Pela Linha 120, chamada Parque Nacional. 

A cidade Foz do Iguaçu fica no Paraná, no oeste do Estado. Faz fronteira com a cidade de Puerto Iguazú, que já pertence à Argentina. A visita de uma das 10 maravilhas do mundo pode ser feita exatamente na fronteira. Ou seja, do lado brasileiro e do lado Argentino. Ambos permitem uma paisagem sensacional.

Foz do Iguaçu pode também ser visitada de carro. Fica a 640 Km de Curitiba, a 420 km de Maringá e a 530 de Londrina. A partir de Florianópolis (SC), a viagem é de 944 km. A partir de São Paulo (SP) são 1047 km e do Rio de Janeiro (RJ), 1472. 

> 11 pequenas cidades para conhecer nos Estados Unidos

As Cataratas já atravessaram períodos de seca

Quem vê tanta água em imagina que a região das Cataratas do Iguaçu também passa por períodos de seca. Em 2021, a situação foi tão grave que pela primeira vez na história o sistema de meteorologia emitiu um alerta de emergência hídrica. A seca naquela época chegou a afetar a produção de energia no País. 

Afina, o Rio Paraná alimenta metade dos reservatórios das hidrelétricas do Brasil. Anteriormente, em 2020, a vazão de água ficou perto dos 300 ml por segundo, sendo que o volume normal é cinco vezes maior. 

A redução está relacionada à seca histórica que o Estado do Paraná enfrentou. O Parque já estava fechado devido à Pandemia do Coronavírus. 

Um espetáculo da natureza que pode ser visto a partir do Brasil ou da Argentina
Um espetáculo da natureza que pode ser visto a partir do Brasil ou da Argentina
(Foto: )

> Casal transforma roteiro de viagem em série de TV

Quanto custa para visitar as Cataratas do Iguaçu?

Para viajar e conhecer as Cataratas do Iguaçu, varia bastante o que quanto se gasta. Tudo depende do perfil do viajante. Existem hotéis bem caros, inclusive dentro do Parque Nacional. Mas a cidade de Foz do Iguaçu também abriga acomodações bem baratas.

As passagens de avião podem ser compradas em promoções realizadas pelas companhias aéreas ou sites de viagem. O ideal é já contar com os trechos de ida e volta. Em abril, é considerado baixa temporada e os preços são bem mais atraentes. 

O modo como a pessoa vai se deslocar para fazer todos os passeios, se de ônibus, carro próprio, aplicativos de transporte ou táxi, também é um fator que altera bastante os valores gastos com a viagem. Incluindo também alimentação, o gasto médio de um roteiro de 6 dias, já contando com o valor do ingresso para entrada no parque sai, em média:

R$ 1.650 por pessoa no estilo mochilão;

R$ 1.900, um roteiro considerado econômico; 

R$ 2.700, um roteiro intermediário;

R$ 4.000, perfil de luxo. 

> Amigos partem de SC em uma Kombi para conhecer o Brasil em 120 dias

Um pouco de história

Um explorador europeu chamado Álvar Nuñes Cabeza de Vaca foi o primeiro a chegar na região das Cataratas do Iguaçu. Isso aconteceu por volta de 1528, época em que as expedições vindas do Velho Mundo visitaram também a Flórida, nos Estados Unidos e o México. 

Uma outra expedição em 1540 objetivou a retomada do poder da Espanha sobre aquela área e, então, o mesmo Cabeza de Vaca foi nomeado governador da província do Rio da Prata. Nesta época, ele fez o percurso iniciado na Ilha de Santa Catarina, passando por Buenos Aires, atravessando a região das tribos indígenas tupi-guarani e caingangue até chegar ao Paraguai.

Foi descendo o rio que Cabeza Vaca avistou as Cataratas do Iguaçu e vivenciou o que é escapar das grandes quedas que cruzou pelo caminho. Séculos depois, Getúlio Vargas, presidente do Brasil, assinou o decreto de criação oficial do Parque Nacional do Iguaçu. Era 1939.

> 7 cidades do Brasil que podem sumir; entenda o motivo e veja projeção

Curiosidades da região

As Cataratas do Iguaçu integram o seleto grupo das Sete Maravilhas Naturais do mundo. Um concurso global organizado em 2007 pela New Open World Corporation (NOWC) elegeu as cataratas ao título. Uma intensa campanha precedeu o concurso que contou com a participação de 440 localidades naturais. Depois de 500 milhões de votos, as Sete Maravilhas Naturais foram anunciadas em 2011.

Santos Dumont, o brasileiro inventor do avião, quem diria, ajudou a juntar as Cataratas do Iguaçu à condição de utilidade pública. Ele se deslumbrou com tanta beleza e acabou influenciando para que a província do Paraná desapropriasse as terras. Hoje as Cataratas são patrimônio de utilidade pública.

O Parque Nacional do Iguaçu reúne 185 mil metros quadrados, sendo hoje a maior área do Brasil destinada a preservação da Mata Atlântica. 

Dois milhões de pessoas visitam o Parque Nacional do Iguaçu, anualmente. 

A forma das quedas d'água, quando vista de cima, lembra uma ferradura. Sua extensão total é de 2700 metros, ficando 1900 na Argentina e os 800 restantes no Brasil.

As Cataratas do Iguaçu reúnem um conjunto de cerca de 275 quedas de água que formam a bacia hidrográfica do rio Paraná. São as maiores cataratas do mundo em número de quedas, extensão e volume de água.

O Parque Nacional do Iguaçu é o mais visitado do Brasil. Só perde para o Parque Nacional da Tijuca, onde fica o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. 

Um uruguaio chamado Jesus Val foi proprietário das terras onde hoje fica o Parque Nacional do Iguaçu. Era uma propriedade particular. Isso ocorreu porque uma das funções da Colônia Militar do Iguaçu era distribuir terras para os colonos. Foi assim que Jesus foi o primeiro dono do local. 

Iguaçu em Guarani significa "água grande".

Veja os melhores horários para postar no Instagram

Você também pode querer ler

Casal de Blumenau viaja de carro para conhecer todas as 295 cidades de SC

Quatro praias com belezas naturais para descobrir no verão em Santa Catarina​​

5 praias de mar calmo para relaxar no Litoral Norte de SC

10 praias para curtir com crianças em Florianópolis

Colunistas