nsc
nsc

Pets

Conheça os benefícios do adestramento de pets

Técnica oferece vantagens tanto para tutor quanto para o animal

14/01/2022 - 10h28

Compartilhe

Portal
Por Portal EdiCase
Adestramento de animais de estimação
Adestramento de animais de estimação
(Foto: )

O cachorro é o melhor amigo do homem. Mas, como em qualquer relação, o convívio pode se tornar complicado pela falta de comunicação, principalmente nesse caso em que os dois não falam a mesma língua. Para resolver esse tipo de problema, adestrar o animal pode ser a solução.

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

O que é adestramento?

O adestramento é um processo educacional que visa melhorar a comunicação entre o cão e o tutor. Segundo Manara Martins, adestradora e fundadora da Alternativa Pet Adestramento, são utilizadas técnicas que ensinam o animal a “associar comandos, gestos e marcadores pelos comportamentos que desejamos modelar e executar”.

Nele, o cachorro aprende, por exemplo, a executar tarefas, a respeitar limites e a obedecer ao tutor. “O adestramento é realizado não só para trabalhar problemas de comportamento, mas também para ensinar o cão como que nós, humanos, gostaríamos que ele se comportasse em diferentes situações”, afirma Camila Hermes, médica veterinária e adestradora.

> Entenda os perigos de plantas tóxicas para cães e gatos

Adestramento de gato

Pode não ser tão comum, mas, assim como os cachorros, os gatos também podem ser ensinados, visando os mesmos objetivos e benefícios. “Com adestramento, os gatos tornam-se muito mais proativos, brincalhões e carinhosos”, explica a adestradora Manara Martins.

Vantagens do adestramento

O adestramento oferece uma série de benefícios tanto para o tutor quanto para o cachorro. Além de resolver problemas de comportamento do animal, a técnica também melhora a comunicação, promove divertimento para o animal com as atividades positivas, reduz o estresse e a ansiedade do pet e muito mais.

Fora isso, o adestramento também contribui para a convivência e relacionamento do tutor com o bichinho. “O adestramento aproxima o cão do tutor, melhorando e estabelecendo um relacionamento harmonioso”, diz Manara Martins.

> Como cuidar de filhotes de cachorro e gato

Para todos os cães

Independentemente da idade, porte, raça ou comportamento, qualquer cachorro pode ser adestrado. Não há nada que limite isso. Contudo, conforme explica a veterinária Camila Hermes, quando o cão é filhote, até os 8 meses de idade, o adestramento tem um efeito mais rápido e duradouro.

“Podemos começar o adestramento desde o momento em que o filhote chega à nossa casa. Começamos o quanto antes para evitar erros e para ensinar o filhote como gostaríamos que ele se comportasse”, orienta Camila Hermes.

Treino personalizado

Como cada animal é único e tem suas particularidades, o adestramento deve ser personalizado de acordo com as características do cachorro. “Um bom adestrador deve identificar as necessidades de cada cão e adaptar sua aula para atender aquele indivíduo”, aponta Manara Martins.

*Por Laleska Diniz

Leia também

Animais de estimação no Brasil que são alimento em outros países

Animais com até 10 quilos poderão ser transportados nos ônibus em SC

Lares de Santa Catarina têm mais gatos e menos cachorros do que há sete anos

Colunistas