nsc
dc

Pode tomar sem medo

Efeitos colaterais da CoronaVac; veja as reações mais relatadas

Quem recebeu a vacina contra a Covid-19 explicou o que sentiu

13/07/2021 - 10h33 - Atualizada em: 28/07/2021 - 08h06

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
CoronaVac foi uma das primeiras vacinas a ser aplicada no Brasil
CoronaVac foi uma das primeiras vacinas a ser aplicada no Brasil
(Foto: )

A vacina Coronvac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan foi uma das primeiras marcas a serem aplicadas no país para combater o coronavírus. As primeiras doses do imunizante chegaram em meados de janeiro e começaram a ser aplicadas no mesmo mês para proteger a população contra o vírus que ja matou milhares de pessoas. No entanto, com o aumento de aplicação de doses e efeitos colaterais semelhantes ao de Covid-19 puderam ser notados em quem recebia o imunizante.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A Coronavac é produzida internacionalmente pela biofarmacêutica chinesa Sinovac Biotech. A empresa também produz outros imunizantes para Hepatite A e B, influenza e caxumba. 

O Instituto Butantan fechou parceria com o laboratório e importante o ingrediente farmacêutico ativo (IFA), necessário para produzir as doses de forma totalmente nacional em São Paulo.

Vacinas contra Covid-19 disponíveis no Brasil

Após autorização concedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitári (Anvisa) para a importação dos lotes referentes à vacina Sputnik V, da Rússia, e Covaxin, da Índia, o Brasil poderá contar com 6 diferentes imunizantes para conter a pandemia causada pelo Novo Coronavírus.

> Reações da vacina contra Covid: entenda como acontecem

Oxford/AstraZeneca

Produzida pela Universidade de Oxford em parceria com o grupo farmacêutico AstraZeneca, a vacina utiliza tecnologia conhecida como vetor viral não replicante. Por este motivo, a AstraZeneca usa um vírus vivo, como um adenovírus (causador do resfriado comum) que não seja capaz de se replicar no organismo, ou mesmo prejudicar a saúde humana.

> Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

Este adenovírus é modificado por meio de engenharia genética para que seja possível carregar as instruções para produzir uma proteína característica do coronavírus. Assim, ao entrar nas células do corpo, o adenovírus faz com que elas comecem a produzir a proteína, exibindo-a na sua superfície. Essa proteína é detectada pelo sistema imunológico, que cria formas de combater o Novo Coronavírus e desenvolve uma resposta protetora contra a infecção.

> O que são as variantes do coronavírus e como elas impactam Santa Catarina

​Pfizer

Fabricada pela farmacêutica Pfizer em parceria com a empresa alemã BioNTech, este imunizante foi rejeitado pelo Ministério da Saúde em 2020, mesmo sendo a primeira vacina a receber autorização para uso amplo pela Anvisa no país, em 23 de fevereiro de 2021.

> SC tem calendário para vacinação contra Covid por idade; veja quando será a sua vez

Janssen

Por unanimidade, a Anvisa aprovou o uso emergencial no Brasil da vacina Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson. Atualmente, ela é a única no mercado que oferece a imunização somente em uma dose.

CoronaVac

Outra vacina utilizada no Brasil atualmente é a CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Os testes clínicos foram iniciados no país em julho de 2020, recebendo autorização para uso emergencial pela Anvisa em 17 de janeiro de 2021.

A vacina Coronavac é aplicada em duas doses
A vacina Coronavac é aplicada em duas doses
(Foto: )

> Por que vacinas da Covid-19 são jogadas no lixo?

Efeitos colaterais da CoronaVac

Os efeitos mais comuns da vacina CoronaVac relatados até agora nas duas doses aplicadas na população foram dor e inchaço no local de aplicação da dose, fadiga e dor de cabeça.

Além disso, outros sintomas e reações como dor de garganta, diarreia, conjuntivite, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés também foram relatados por quem tomou a vacina. 

Sintomas graves também foram comunicados aos órgãos de saúde como:

Dificuldade de respirar ou falta de ar

Dor ou pressão no peito

Perda de fala ou movimento

Qual a diferença entre as vacinas?

Leia também

A variante delta do coronavírus é mais perigosa e tem sintomas diferentes das outras? Entenda​

Covaxin: entenda as suspeitas relacionadas à compra da vacina pelo governo Bolsonaro

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

Caso Evandro: o que aconteceu e as teorias do crime da série na Globoplay

Colunistas