nsc

    Futebol

    Federação propõe fazer testes de coronavírus em todos os profissionais para retomar o Catarinense

    Mandatário do futebol estadual detalha protocolo enviado ao Governo de Santa Catarina solicitando permissão para disputa

    20/04/2020 - 13h30

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Federação busca permissão para retomar o estadual em maio
    Federação busca permissão para retomar o estadual em maio
    (Foto: )

    O protocolo médico elaborado entre Federação Catarinense de Futebol e Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina prevê a realização de testes rápidos de coronavírus em todos os envolvidos nos jogos para retomar a disputa do Campeonato Catarinense. O presidente da FCF, Rubens Angelotti, falou sobre o tema no Debate Diário desta segunda-feira (20).

    > Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    — Encaminhamos o protocolo ao governador na quinta-feira. No primeiro momento todos farão o teste rápido para verem se estão com o vírus. Jogadores, comissão técnica, maqueiro, massagista, delegado do jogo, gandula, todos devem passar por testes. Há canais para comprar os testes. Os treinos dos times devem ser divididos por turnos, evitando aglomerações — explica.

    Ouça o Debate Diário desta segunda-feira:

    A proposta enviada ao Governo do Estado solicita permissão para reiniciar o Campeonato Catarinense, sem público, a partir do dia 16 de maio. Cuidados como uso do álcool em gel e de máscaras também estão previstos no protocolo assinado pelo chefe do departamento médico do Avaí, Luis Fernando Funchal, e pelo infectologista Valter Rotolo da Costa Araújo. Conforme Rubens Angelotti, há risco de demissões com eventual sequência da paralisação.

    — Provavelmente tenhamos demissões em massa nos clubes, que já estão com dificuldade. Colocamos o dia 16 numa expectativa, assim como daqui a pouco pode mudar para primeiro de junho. Não sabemos quando será o pico da doença. Provavelmente os clubes vão demitir, a própria federação. A cadeia de futebol envolve muita coisa — analisa o presidente da FCF.

    O Governo deve responder nesta semana sobre o pedido para retomada disputa do Catarinense. Apesar dos eventos esportivos estarem proibidos no Estado até o final de maio, o governador Carlos Moisés sublinhou que a proibição está ligada à presença de público e não descartou um possível retorno com portões fechados. Rubens Angelotti afasta a chance de determinar um campeão caso o torneio não tenha autorização para voltar.

    — Caso o campeonato não possa ser concluído, nós vamos sentar com os 10 clubes e decidir. Não é um canetaço que vai definir o título. Queremos terminar o estadual, mas se a pandemia não deixar, nós vamos sentar todos juntos e decidir — finaliza.

    Debate Diário em quarentena

    Em função do coronavírus, o Debate Diário está sendo apresentado com todos os participantes em suas casas, com exceção de Roberto Alves, que está em férias. Além disso, o programa tem conversado com personalidades do esporte.

    Confira alguns dos programas anteriores:

    "Alguma diminuição vai acabar acontecendo", afirma Felipe Gil sobre salários do Figueirense na pandemia

    ​Renan Dal Zotto revela que deixa o comando do Taubaté para treinar apenas a seleção brasileira

    Zico fala no Debate Diário sobre coronavírus no Japão e a quarentena no Brasil

    Chefe de arbitragem da CBF explica como um jogador poderá levar dois cartões amarelos e não ser expulso

    Técnico do Figueirense mantém contato à distância com os jogadores na quarentena

    "Não podemos retomar estadual sem saber do Brasileiro", avalia coordenador de futebol do Avaí

    "Haverá um achatamento salarial no futebol", avalia Geninho, no Debate Diário

    Saiba tudo sobre o coronavírus no NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas