nsc
dc

Coronavírus

Idosa de SC transferida para o Espírito Santo com Covid segue hospitalizada: "é uma guerreira"

Ivanir Terezinha de Almeida, de 70 anos, foi levada para o estado capixaba após falta de leitos de UTI

16/04/2021 - 09h04 - Atualizada em: 16/04/2021 - 09h12

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Família de Ivanir está na expectativa para que idosa tenha alta hospitalar
Família de Ivanir está na expectativa para que idosa tenha alta hospitalar
(Foto: )

A idosa de 70 anos transferida com Covid-19 de Santa Catarina para o Espírito Santo está há 40 dias internada no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município de Serra. Ivanir Terezinha de Almeida foi a terceira paciente do Oeste levada para o estado capixaba no momento em que a região enfrentava um colapso no sistema de saúde. Ao todo, cinco pessoas foram hospitalizadas na unidade.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Terceira paciente transferida, a idosa foi levada no dia 6 de março para o ES após aguardar por dois dias um leito no Pronto Atendimento do Hospital Regional de São Miguel do Oeste. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa), a idosa segue internada em enfermaria do hospital. 

— A gente tem recebido informações sobre ela todos os dias e o quadro é de melhora. Ela já está falando e se alimentando, ela só não se recuperou 100% para voltar para a casa [...] Ela é muito guerreira — conta a filha de Ivanir, Elizângela Almeida.

A família recebe boletins diários sobre a saúde de Ivanir e está na expectativa para que a idosa tenha alta hospitalar nos próximos dias.

A transferência de pacientes de Santa Catarina para o estado do Sudeste começou no dia 3 de março. Na data, 244 pessoas aguardavam por um leito na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em SC. O acordo firmado entre os dois estados era de que até 16 pessoas fossem levadas ao Espírito Santo, que tinha 70% das vagas ocupadas.

O último paciente foi transferido no dia 9 de março, data em que também foi anunciada a suspensão do traslado por dois dias. O encerramento aconteceu no dia 12 daquele mês justificado pelo “aumento na demanda” de pacientes capixabas nas unidades de saúde do estado.

> Após ficar intubada ao lado do filho, morre mãe do primeiro catarinense transferido ao ES por Covid-19

Dos cinco transferidos, quatro deles morreram. Daniel Pegoraro, 34 anos, primeiro paciente transferido, morreu três dias após ser levado ao ES. Ele aguardou por sete dias ao lado da mãe uma vaga no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.

Além de Daniel, Hércules Antonio Senger, de 59 anos, Ivani Oliveira Ratkiewcz, de 63 anos e um idoso de 67 anos que não teve a identidade revelada, morreram após a transferência.

SC segue com fila de espera por leitos

Segundo o boletim da SES divulgado na manhã de quinta-feira (15), 131 pacientes aguardam por leitos de UTI em SC. Diferente daquele período de março, nenhum no Oeste. Outros 62 esperam por vagas na unidade clínica. A taxa de ocupação de leitos na Unidade Terapia Intensiva é de 95,96%.

Em Santa Catarina, até quinta, foram registrados 848.672 casos confirmados e 12.409 mortes por Covid-19. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), ainda há pacientes aguardando por leitos de UTI. Na quinta, 131 pessoas estavam na fila por uma vaga na unidade.

Leia mais:

Como está o estado de saúde de Paulo Gustavo, internado com Covid-19

Eventos em SC podem voltar com festa sem dança e até dois músicos no palco; entenda proposta

Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

Colunistas