nsc
dc

Pandemia

SC anuncia restrições por 15 dias em praias, ônibus, casas noturnas e outras atividades

Medidas serão válidas para todo o Estado e valem de segunda a sexta

24/02/2021 - 17h37 - Atualizada em: 26/02/2021 - 11h21

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Liberadas durante a temporada de verão, praias voltam para a lista de restrições
Liberadas durante a temporada de verão, praias voltam para a lista de restrições
(Foto: )

Santa Catarina definiu novas restrições a partir desta quinta-feira (25) em praias, ônibus, academias, casas noturnas e outras atividades. As medidas anunciadas nesta quarta (24) serão válidas por 15 dias em todo o Estado, de segunda a sexta. 

O decreto, que é uma resposta ao avanço da pandemia do coronavírus, foi publicado no início da noite. As informações foram obtidas com exclusividade pelo Diário Catarinense.

> Moisés discute lockdown nos finais de semana em Santa Catarina

> “Colapso” é pouco para descrever o perigo que SC aceitou encarar na pandemia de Covid-19

> "Estamos entrando em colapso", diz secretário de Saúde de SC

A decisão já havia sido tomada em reunião entre Estado, Alesc e os prefeitos das 30 maiores cidades catarinenses na tarde de terça-feira (23), mesmo dia em que o Estado prometeu aos municípios um reforço de 500 policiais militares exclusivamente para a fiscalização das medidas sanitárias contra o coronavírus.

Antes disso, Chapecó já havia decretado toque de recolher durante as noites, além do fechamento de todos os serviços não essencias na cidade, para frear a curva de contágio, que pressiona a rede de saúde na região. No município, as regras mais rígidas são válidas até as 23h59 do próximo domingo (28).

> Prefeito de Xanxerê chora e apela por ajuda: "estamos dando um grito de socorro"

> “Para que lockdown?”, diz Bolsonaro sobre Chapecó, onde sistema de saúde entrou em colapso

Nesta quarta-feira, a ocupação geral de UTIs do SUS no Estado chega, também ao seu pior índice: 91,2%. É a situação mais crítica de toda a pandemia e supera a marca de 12 de dezembro, quando chegou a 89,8%. À época, Santa Catarina contava com 98 leitos a menos.

Além disso, Santa Catarina confirmou mais 71 mortes por complicações da doença, entre elas, de dois bebês com menos de um ano: um de Florianópolis e outro de Quilombo. O total de vítimas fatais no Estado chega a 7.114, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta quarta.

> Hospital em Florianópolis tem ocupação de 128% e pacientes atendidos em poltronas no corredor

> Mapa da ocupação dos leitos Covid mostra o colapso se espalhando por Santa Catarina

Confira as restrições do novo decreto em SC, de segunda a sexta:

- para casas noturnas e casas de espetáculos, proibição de funcionamento em todos os níveis de risco;

- para venda e consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e suas lojas de conveniência entre 24h e 6h, proibição em todos os níveis de risco.

- para o transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual, redução do limite de funcionamento para 50% da capacidade do veículo, em todos os níveis de risco;

> Chapecó anuncia toque de recolher e fecha serviços não essenciais

> Receba as notícias do NSC Total pelo WhatsApp; clique e saiba como

- redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação, em todos os níveis de risco: parques temáticos e zoológicos; cinemas e teatros; bares; circos e museus; e igrejas e templos religiosos.

- redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação e limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59min, em todos os níveis de risco: eventos sociais e de qualquer natureza, inclusive os na modalidade drive-in; congressos, palestras e seminários; e feiras, exposições e inaugurações.

> Bebê de 10 meses morre por Covid-19 no Oeste de SC

> Policiais e bombeiros fazem oração em frente a hospital e posto de saúde em Xanxerê

- limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59min, em todos os níveis de risco: academias e centros de treinamento; piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas, sendo proibidas essas atividades aos sábados e domingos; shopping centers e centros comerciais; e restaurantes, cafeterias, pizzarias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes, confeitarias, padarias e afins;

- utilização de faixas de areia de praias, parques, praças, jardins botânicos, balneários e demais espaços públicos somente sem aglomeração.

- os municípios catarinenses, por meio dos respectivos prefeitos, poderão estabelecer medidas específicas de enfrentamento mais restritivas.

Leia também

Secretaria da Saúde quer comprar vacina da Pfizer para Santa Catarina

Mulher que reclamou de bacon no cachorro-quente deixa Florianópolis após ameaças de morte

"A emergência virou UTI improvisada": o relato do colapso em hospital do Oeste de SC

Chapecó receberá 100 mil testes para Covid-19 após pedir ajuda ao Ministério da Saúde

Justiça de SC descumpre orientação contra reconhecimento por foto como prova de condenações, diz relatório

> Falta de UTI faz médico de Florianópolis escolher entre pacientes para internação

Ana Maria não poupa Karol Conká na entrevista e internet assiste com pipoca na mão

Colunistas