nsc
nsc

Saúde

Santa Catarina tem 251 pessoas na fila de espera por leito de UTI

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
02/03/2021 - 17h21 - Atualizada em: 02/03/2021 - 18h41
Transferência de pacientes de Manaus para SC, em fevereiro
Transferência de pacientes de Manaus para SC, em fevereiro (Foto: Maurício Vieira, Secom)

Os números atualizados da lista de espera por um leito de UTI indicam que 251 pessoas estão aguardando vagas em Santa Catarina nesta terça-feira (2). Mais da metade está no Oeste, onde a fila tem 142 pacientes – todos em estado grave. Esses pacientes estão internados de forma improvisada em enfermarias, pronto atendimentos, e até em corredores de hospitais.

> SC vai transferir pacientes com Covid a hospitais do Espírito Santo em dois voos diários a partir desta quarta

> Xanxerê registra oitava morte de paciente com Covid-19 à espera de leitos de UTI

Os dados obtidos pela coluna são de comunicados internos da Secretaria de Estado da Saúde. Os números coincidem com as informações que saem dos hospitais afetados pelo colapso. Nesta terça, o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, relatou em um comunicado a situação de caos e a perda de pacientes. 

> Hospital de Xanxerê alerta: "Vamos começar a perder vidas, a comunidade precisa estar preparada"

De acordo com um levantamento do G1SC, o Estado registrou pelo menos 16 óbitos, desde sexta-feira (26), de pessoas que aguardavam na fila de espera por um leito de UTI.

> Opinião: Catarinenses são enviados para o ‘corredor da morte’ em nome da economia

Enfermaria

A região Oeste, epicentro da crise sanitária em SC, tem também demanda reprimida para leitos de enfermaria. Dos 55 pacientes que aguardavam vagas no Estado nesta manhã, 36 estão na região de Chapecó.

> Santa Catarina afrouxa restrições à medida em que a pandemia de Covid-19 se agrava

A Secretaria de Estado da Saúde diz que os pacientes da lista de espera não estão desassistidos. Mas médicos ouvidos pela coluna relatam que as condições de permanência desses pacientes está longe do ideal – especialmente porque não é possível o mesmo monitoramento que o doente tem no ambiente de UTI.

> Loetz: Lockdown é necessário e urgente

Fila de espera por um leito de UTI

Grande Oeste (Chapecó): 142

Meio Oeste (Joaçaba): 27

Serra (Lages): 2

Norte/Nordeste (Joinville): 36

Vale (Blumenau): 0

Foz (Itajaí): 0

Sul (Criciúma): 12

Grande Florianópolis (Florianópolis): 32

Total: 251

Fila de espera por enfermaria

Chapeco: 36

Joinville: JOINVILLE: 16

Florianópolis: 3

Total: 55

A expectativa do Estado é aliviar a fila de espera com a transferência interestadual. Nesta quarta-feira (3) inicia o envio de pacientes para o Espírito Santo, que receberá 16 pessoas de Santa Catarina para internação em UTIs. Essas transferências, no entanto, têm limitações porque a maior parte dos estados brasileiros está em situação de colapso na saúde.

> Prefeito de Xanxerê chora e apela por ajuda: "estamos dando um grito de socorro"

Só podem ser transferidos pacientes cujo estado de saúde suporta a viagem. Nesta terça, 140 pacientes estão na lista de regulação para possível transferência inter-regional ou interestadual. O Oeste lidera a demanda, com 67 pessoas na lista. É seguido pela região Norte, com 23, Meio Oeste, com 21, e Grande Florianópolis, com 16.

> SC tem a semana com mais mortes por Covid-19 desde o início da pandemia

Outra frente atacada pela Secretaria de Estado da Saúde é a pactuação de novos leitos de UTI nas regiões. Nesse caso, o principal empecilho é a falta de profissionais experientes para a operação das vagas, já que os pacientes de Covid-19 são considerados muito graves e demandam procedimentos complexos, como a intubação.  

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas