nsc
dc

Jogos Olímpicos

Olimpíadas 2021: quais são os países participantes

Jogos estão previstos para acontecer entre os dias 23 de julho e 5 de agosto

23/05/2021 - 05h00 - Atualizada em: 06/08/2021 - 10h07

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Pelo menos 46 países devem participar das Olimpíadas 2021
Pelo menos 46 países devem participar das Olimpíadas 2021
(Foto: )

As Olimpíadas 2020 estão se aproximando. No segundo semestre deste ano, está previsto para acontecer o principal evento esportivo do mundo. Atletas de diversas modalidades e de diferentes partes do mundo estarão competindo pelas medalhas em Tóquio, na capital japonesa.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

> O que é antidoping? O exame que eliminou atleta brasileira das Olimpíadas

Mais uma vez, o Brasil estará representado nos Jogos Olímpicos e presente em diversas modalidades, como o futebol, o vôlei, a natação, entre outras.

No entanto, apesar de estar prevista para acontecer no segundo semestre, as Olimpíadas de Tóquio ainda são recheadas de incertezas. Isso porque, a pandemia do Coronavírus está em diversas partes do mundo e têm surgido novas variantes, como a brasileira, a indiana e a sul-africana.

Além disso, boa parte da população japonesa tem sido contra realização do evento e os japoneses têm demonstrado, por meio da realização de protestos, preocupação com a realização dos jogos, pois isso poderia agravar a situação da pandemia no país.

Data das Olimpíadas 2021

As Olimpíadas 2021 deveriam ter acontecido no ano passado. No entanto, isso não aconteceu por conta da pandemia da Covid-19. A edição 2021 dos Jogos Olímpicos está prevista para acontecer entre os dias 23 de julho e 8 de agosto. A Paralimpíada deve ocorrer de 24 de agosto a 5 de setembro. Os dois eventos acontecerão em Tóquio, no Japão.

> Atletas olímpicos podem beber álcool?

Vai ter público nas Olimpíadas de Tóquio?

De acordo com o Comitê Organizador das Olimpíadas de Tóquio, torcedores estrangeiros não poderão entrar no Japão durante os Jogos Olímpicos. Desse modo, não haverá público estrangeiro nas Olimpíadas. Trata-se de uma medida que tem como objetivo evitar a disseminação da pandemia do Coronavírus em diversas partes do mundo.

Os ingressos comprados por residentes no exterior para as Olimpíadas e Paralimpíadas serão reembolsados. No entanto, não haverá nenhuma compensação financeira para quem já tinha reservado hotel para acompanhar as competições esportivas em solo japonês.

> Veja o quadro de medalhas das Olimpíadas em tempo real

> Conheça os 15 catarinenses convocados para as Olimpíadas de Tóquio

Não se sabe ainda se o evento contará ou não com a presença de torcedores japoneses. Essa questão deve ser decidida apenas em junho, há 1 mês antes do início dos Jogos Olímpicos.

> Presidente do comitê dos Jogos de Tóquio faz declarações machistas à imprensa

Como será a rotina de testes dos atletas

Com o objetivo de assegurar mais segurança aos atletas, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio fará testes diários de Covid-19 em todos os esportistas. Além disso, eles farão 2 testes de Covid antes do embarque para o Japão. Vale destacar que todos os participantes estão proibidos de utilizar o transporte público em Tóquio. A medida visa assegurar mais segurança às pessoas envolvidas no evento, pois elas evitarão aglomerações em solo japonês.

> Tóquio 2020: veja quando será a estreia dos atletas catarinenses nas olimpíadas

Modalidades das Olimpíadas

As Olimpíadas 2021 contarão com 46 modalidades esportivas e os jogos de Tóquio já contarão com 4 novas modalidades. Passarão a integrar a lista de esportes olímpicos o beisebol, a escalada, o karatê, o skate e o surfe.

> Skatistas brasileiros iniciam temporada visando aos Jogos de Tóquio, em Criciúma

Os países participantes das Olimpíadas 2021

Mais de 200 países dos 5 continentes estão previstos para participar dos Jogos Olímpicos. Apesar disso, por motivos diferentes, dois países não estarão presentes nas Olimpíadas do Japão.

> Olimpíadas 2021: veja quais são as modalidades

A Coreia do Norte confirmou que não vai participar do evento esportivo. Em abril, o Ministério do Esporte local anunciou a desistência da competição alegando que visa proteger os seus atletas da pandemia do Coronavírus.

Outro país que estará ausente dos Jogos Olímpicos é a Rússia. A Corte Arbitral do Esporte (CAS) baniu o país de competições esportivas mundiais até o fim de 2022. De acordo com o tribunal, as autoridades russas teriam alterado um banco de dados do laboratório de testes de Moscou antes de entregar para os investigadores da WADA (agência mundial antidoping).

> Os planos de atletas catarinenses que miram os Jogos de Tóquio, em 2021

Desse modo, os russos não poderão participar dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Além disso, o país não poderá competir na Copa do Mundo de 2022, que será no Catar.

No entanto, os atletas russos que conseguirem comprovar que não estão envolvidos em escândalos de doping poderão competir, mas representando a bandeira do Comitê Olímpico Internacional (COI) nas Olimpíadas.

Sobre os países confirmados, o Japão é o país sede. Por esse motivo, estará em todas as modalidades e contará com a maior delegação. O país terá 436 atletas. O Brasil também participará da competição e 178 atletas estão confirmados. Diversas nações também participarão dos jogos e entre elas estão:

Estados Unidos;

Austrália;

Grã-Bretanha;

Canadá;

China;

França;

Alemanha;

Espanha;

Itália;

Holanda;

Nova Zelândia;

Coreia do Sul;

Argentina;

Polônia;

África do Sul;

Egito;

Índia;

México.

> Adiamento de Olimpíadas para 2021 em Tóquio não impacta sobre Paris-2024

Incertezas relacionadas às Olimpíadas 2021

Faltam pouco mais de 2 meses para chegar a data prevista para o início das Olimpíadas de Tóquio. No entanto, o evento esportivo ainda apresenta muitas incertezas.

Isso acontece devido ao grave cenário da pandemia em diversas partes do mundo, especialmente na Índia e no Brasil. Ambos os países estão no grupo das 10 nações mais populosas do mundo e representam uma ameaça mundial para o fim do cenário pandêmico.

> Tóquio 2020: relembre as aberturas mais marcantes das Olimpíadas

Olimpíadas 2021 acontecem em Tóquio
Olimpíadas 2021 acontecem em Tóquio
(Foto: )

Algumas nações europeias — como a França, a Dinamarca, a Alemanha, a Áustria e o Reino Unido — têm diminuído às restrições e passaram permitir a abertura de bares, restaurantes, museus, academias, entre outras atividades do cotidiano local. 

Recentemente, o estádio Wembley, na cidade de Londres, recebeu 21 mil torcedores na final da Copa da Inglaterra entre Chelsea e Leicester. A partida aconteceu no último sábado (15 de maio).

Os Estados Unidos também estão em um ritmo vacinal avançado e têm diminuído as restrições. No entanto, a variante indiana e também a brasileira ainda são ameaças globais e isso também afeta as Olimpíadas.

Caso os Jogos Olímpicos aconteçam, diversos atletas de vários países e de muitas modalidades diferentes viajarão até Tóquio. Eles estarão acompanhados de pessoal de apoio, que pode incluir médicos, comissão técnica etc. Com muitas pessoas chegando ao mesmo tempo, as Olimpíadas poderiam representar um evento que favorecesse a propagação do Coronavírus no Japão e em diversas partes do mundo.

Nesse cenário, a maioria dos japoneses são contra a realização do evento esportivo. Inclusive, nos últimos dias a população local fez protestos em Tóquio contra a realização dos jogos.

Por que alguns atletas do Brasil nas Olimpíadas batem continência ao subir no pódio

Quais seriam os prejuízos do adiamento das Olimpíadas 2021

De acordo com os organizadores da Olimpíada, o adiamento do evento gerou um custo extra de 2,8 bilhões de dólares, o que equivale a aproximadamente 12 bilhões de reais.

Além disso, contratos de patrocínio, direitos de transmissão em diversas partes do mundo e uma ampla gama de atividades relacionadas aos Jogos Olímpicos seria prejudicada com o cancelamento da competição. Os prejuízos poderiam chegar a 3 bilhões de dólares, o que equivale a aproximadamente 16 bilhões de reais.

> Catarinense fica em 3º lugar em competição nacional de skate park disputada em Florianópolis

Situação da pandemia no Japão

Segundo a Universidade de Oxford, do Reino Unido, o Japão já registrou 700 mil casos e 11,9 mil mortes decorrentes da pandemia do Coronavírus. O país enfrenta a quarta onda da pandemia e está com um ritmo lento de vacinação. Apenas 2% dos japoneses foram vacinados.

Todas essas questões ameaçam a realização das Olimpíadas. No entanto, Thomas Bach, presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), garante, por enquanto, a realização dos jogos nos meses de julho e agosto.

> O que é o skate park, categoria que deve ter atletas de SC nas Olimpíadas 2020

Situação da pandemia no mundo

A situação da pandemia da Covid-19 continua preocupante no planeta. Até agora foram registrados 165 milhões de casos e 3,42 milhões de pessoas morreram.

A doença fez mais vítmas nos Estados Unidos, no Brasil e na Índia. Nesses países, o Coronavírus vitimou 587 mil, 482 mil e 287 mil pessoas respectivamente.

Destacamos que no mês de agosto está previsto para começar as Olimpíadas. No entanto, o evento ainda tem incertezas e muitas delas se relacionam com a pandemia do Coronavirus. Porém, por enquanto, a realização dos jogos está confirmada para acontecer no segundo semestre na capital japonesa e diversos países estarão representados no principal evento esportivo do planeta.

Guga Kuerten e as dicas para quem está começando no tênis

Colunistas