nsc
dc

Segurança pública

Casos de feminicídios cometidos em Santa Catarina em 2019

Em quase sete meses, número de crimes contra a vida de mulheres aumentou mais de 40%. Maior parte dos casos tem companheiro ou ex-companheiro como suspeitos

27/07/2019 - 06h35 - Atualizada em: 27/07/2019 - 10h41

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Morte de Gabriella Custódio da Silva, a se confirmar como caso de feminicídio pela investigação, será o 32º caso no Estado
Morte de Gabriella Custódio da Silva, a se confirmar como caso de feminicídio pela investigação, será o 32º caso no Estado
(Foto: )

O número de feminicídios cometidos em Santa Catarina em 2019 já chega a 31. O dado representa um aumento de 40,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre 1º de janeiro e 26 de julho de 2018, foram 22 casos. O levantamento foi realizado pela reportagem a partir de dados da Polícia Civil e da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).

A maior parte dos casos tem como principais suspeitos o companheiro ou ex-companheiro da vítima. O aumento dos casos já levou instituições de segurança pública a intensificarem ações de campanha como a Rede Catarina, Polícia Civil por Elas e Protetores do Lar.

Confira abaixo os casos de feminicídio já registrados este ano no Estado. A morte de Gabriella Custódio da Silva, morta com um tiro esta semana em Joinville, esta em investigação. Se confirmada a tese inicial da investigação de feminicídio, Gabriella seria o 32º caso do ano no Estado.

Feminicídios em Santa Catarina

Nome: Silvana Pereira

Idade: 44 anos

Cidade: Balneário Camboriú

Data: 12/01

Resumo: Inconformado com o fim do relacionamento, um vigilante teria descontado a emoção que sentia na irmã da ex-namorada. Silvana Pereira teria sido atacada na rua pelo ex-cunhado e levada para dentro de uma casa, onde foi morta a tiros.

Nome: Jéssica Valtrim dos Santos

Idade: 27 anos

Cidade: Governador Celso Ramos

Data: 15/01

Resumo: A mulher foi atingida por diversos disparos de arma de fogo, no amanhecer do dia, no bairro Areias de Cim. O suspeito é ex-companheiro da vítima. O caso segue sob investigação.

Nome: Andreia Messias da Luz

Idade: 41 anos

Cidade: Joinville

Data: 18/01

Resumo: O casal estava separado há cerca de uma semana, quando discutiu por telefone. Minutos antes do crime, o suspeito teria chegado à casa da ex-cônjuge, muito violento, onde teria matado a mulher. Ele fugiu do local, colidiu o carro e foi preso em seguida.

Nome: Rosane Apolinário Dahmer

Idade: 42 anos

Cidade: Forquilhinha

Data: 20/01

Resumo: O marido teria estrangulado a mulher depois que ela chegou de uma viagem. Em seguida, a levou de carro até um matagal, tirou a vítima do veículo e e ainda teria degolado a mulher.

Nome: Érica Pereira

Idade: 16 anos

Cidade: Blumenau

Data: 24/01

Resumo: A adolescente foi morta com um tiro na cabeça, no início da manhã, em uma casa no bairro Itoupavazinha. O namorado da vítima se apresentou à polícia e sustentou que o disparo foi acidental, mas foi preso e indiciado por feminicídio.

Nome: Neomar da Rosa

Idade: 25 anos

Cidade: Ituporanga

Data: 25/01

Resumo: Em depoimento, o companheiro da vítima contou à polícia que matou a mulher em casa, na manhã de domingo, depois de brigarem em uma festa a que foram juntos. Ele deixou o corpo dela na sala durante o dia e, à noite, a esquartejou. Na madrugada seguinte se desfez das partes.

Nome: Shaiane Costa Waltrick

Idade: 27 anos

Cidade: 07/02

Data: Campo Belo do Sul

Resumo: Shaiane foi atingida por diversos golpes de faca. O ex-cônjuge é apontado como autor do crime. Ele desferiu as facadas e fugiu do local. A mulher chegou ser socorrida, mas não resistiu.

Nome: Jaqueline Zimmermann Rohde

Idade: 23 anos

Cidade: Dona Emma

Data: 11/02

Resumo: A mulher já havia chamado a polícia uma noite antes, por conta de uma agressão, mas o homem teria fugido. No dia seguinte ela saía de casa, mas foi surpreendida pelo companheiro. Ele atirou contra a mulher e cometeu suicídio.

Nome: Alessandra Szczpank

Idade: 33 anos

Cidade: Blumenau

Data: 13/02

Resumo: Alessandra foi atingida por um veículo e morreu no local. Familiares dela contaram à Polícia Militar que a mulher teria constantes discussões com o esposo, um homem de 40 anos, que teria atropelado a vítima.

Nome: Cheila Regina Tresi

Idade: 32 anos

Cidade: Içara

Data: 13/02

Resumo: Cheila Regina Tresi foi encontrada morta dentro de casa, com sinais de agressão pelo corpo. O companheiro alegou que a mulher havia tomado muitos remédios, o que poderia ter causado a morte. O exame cadavérico apontou que ela morreu por traumatismo craniano e que apresentava sinais de tortura no corpo.

Nome: Andréia Aparecida dos Santos

Idade: 43 anos

Cidade: Lages

Data: 21/02

Resumo: O corpo de Andréia foi encontrado em avançado estado de decomposição dentro de uma casa abandonada, usada por moradores de rua. A vítima tinha um relacionamento com um morador de rua, que já tinha passagens por agressão e é considerado suspeito.

Nome: Miquilina Franco dos Santos

Idade: 76 anos

Cidade: Papanduva

Data: 11/03

Resumo: A mulher foi baleada no peito pelo genro, que também disparou contra a esposa, que sobreviveu. Ele cometeu suicídio depois do crime. A vítima chegou a ser levada para o hospital, mas acabou morrendo pouco depois.

Nome: Janete da Aparecida da Silva

Idade: 41 anos

Cidade: Santa Cecília

Data: 18/03

Resumo: Janete se dirigia ao trabalho acompanhada de uma amiga, quando foi surpreendida pelas costas com golpes de faca. O autor, ex-companheiro da vítima, foi preso em seguida e, de acordo com a polícia, confessou o crime.

Nome: Silvia Terezinha Marques

Idade: 41 anos

Cidade: Xanxerê

Data: 26/03

Resumo: A mulher foi assassinada no seu local de trabalho, às margens da SC-480. O ex-companheiro teria chegado ao endereço e dado um tiro contra a cabeça da vítima. Em seguida, ele cometeu suicídio.

Nome: Marivone de Souza

Idade: 54 anos

Cidade: Campos Novos

Data: 30/03

Resumo: Marivone foi assassinada com dois tiros após voltar de uma festa, em Campos Novos, no Oeste catarinense. O autor estava escondido no pátio de casa e aguardava a chegada dela. O ex-marido foi indicado pela polícia como principal suspeito.

Nome: Lucimara Stasiak

Idade: 30 anos

Cidade: Balneário Camboriú

Data: 02/04

Resumo: O caso teve grande repercussão. A polícia foi acionada por vizinhos, que ouviram uma discussão no apartamento em que o casal morava. Quando a polícia chegou, o suspeito do crime foi para a sacada do apartamento, onde ficou mais de 24 horas ameaçando se jogar. Durante o tempo de negociação, o homem teria confessado que matou a namorada a facadas.

Nome: Karin Jéssica Motta da Silva

Idade: 19 anos

Cidade: Içara

Data: 12/04

Resumo: Na tarde de 12 de abril, o companheiro de Cristiane Motta da Silva teria tentado esfaquear a esposa. A filha dela, de 19 anos, interveio e foi atingida com gravidade. O homem foi preso em flagrante e a jovem morreu no hospital seis dias depois.

Nome: Daniela Almeida Pereira

Idade: 36 anos

Cidade: Florianópolis

Data: 15/04

Resumo: O companheiro registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento da mulher três dias após o fato. Depois de mais de 20 dias, ele confessou ter matado a vítima e queimado o corpo dela. O homem indicou à polícia o local onde enterrou a ossada e admitiu que havia matado a mulher depois de surpreendê-la num ponto de ônibus, à noite, quando ela chegava em casa.

Nome: Aline dos Santos da Rosa

Idade: 34 anos

Cidade: Lages

Data: 17/04

Resumo: A polícia investigava o desaparecimento de Aline quando encontrou ossos humanos na fornalha do local de trabalhado do marido dela. Os investigadores aguardam a perícia no material, prevista inicialmente para levar entre oito e seis meses, e o caso é tratado como feminicídio. O marido morreu dias depois em um acidente.

Nome: Simone Aparecida Pereira Melo

Idade: 47 anos

Cidade: Correia Pinto

Data: 19/04

Resumo: Simone foi encontrada morta no banheiro da casa em que morava. O corpo apresentava marcas de tiros. Segundo a PM, vizinhos relataram ter ouvido três disparos e que o companheiro dela teria fugido em seguida. Três dias depois, o suspeito morreu em um acidente na BR-116, em Correia Pinto. O Gol branco que ele conduzia estava na pista contrária e colidiu com um caminhão. Na época, a polícia suspeitava de suicídio, mas inquéritos foram abertos para apurar o feminicídio e o acidente.

Nome: Rosemeire Lima Velasques

Idade: 43 anos

Cidade: Bombinhas

Data: 29/04

Resumo: A vítima foi morta com uma facada no abdômen. O ex-companheiro é o principal suspeito. Horas antes, a mulher teria informado à Polícia Militar que o ex estaria rondando a residência. O corpo dela foi encontrado em um terreno baldio próximo à casa em que ela estava. O suspeito foi preso em seguida.

Nome: Luana Rutzen

Idade: 22 anos

Cidade: Joinville

Data: 29/04

Resumo: Segundo a Polícia Militar, Luana teria ido para a casa da mãe após brigar com o ex-namorado. O homem então teria ido até a residência da sogra, discutido novamente com ela e disparado três tiros na vítima, na varanda da residência. O suspeito ainda teria disparado contra a sogra, que ficou ferida. O suspeito, um homem de 30 anos, foi preso na noite do crime, na casa de uma irmã.

Nome: Gisele Pereira da Silva

Idade: 34 anos

Cidade: Criciúma

Data: 05/05

Resumo: Segundo informações da Polícia Civil, Gisele foi morta pelo companheiro enquanto dormia. Ele teria atingido a vítima com um golpe de martelo e, em seguida, esfaqueado a companheira. Ele se apresentou à polícia um dia depois e responde por feminicídio qualificado.

Nome: Luiza Caroline da Silva

Idade: 16 anos

Cidade: Rio Negrinho

Data: 08/05

Resumo: Luiza foi morta com pelo menos 10 facadas. A principal suspeita é a namorada dela, uma jovem de 16 anos, apreendida logo após o crime.

Nome: Aline Rodrigues Camargo Pereira

Idade: 37 anos

Cidade: São José

Data: 08/05

Resumo: Aline foi morta com pelo menos oito facadas, no pescoço, abdômen, braços e pernas, ao lado de uma pista de skate, numa tarde de quarta-feira, na Avenida Beira-Mar de São José. O suspeito é o ex-companheiro dela, de 46 anos. Ele foi preso em flagrante. Aline havia até pedido transferência do emprego para ficar longe do homem, que já teria feito ameaças.

Nome: Adriana Joaquim

Idade: 45 anos

Cidade: Tubarão

Data: 12/05

Resumo: Segundo informações da Polícia Militar, o filho de Adriana, de 18 anos, contou que estava em casa e teria escutado um chamado do suspeito, ex-companheiro da vítima, na porta do apartamento. Como a mãe se recusou a abrir, ele teria arrombado a entrada com um golpe e disparado duas vezes na cabeça dela. O homem é um policial da reserva da PM, apresentou-se à polícia e foi preso. Adriana morreu no domingo de dia das mães.

Nome: Gisela Thome

Idade: 39 anos

Cidade: Tijucas

Data: 25/05

Resumo: Gisela foi morta a facadas em casa. O marido é o principal suspeito do crime, que teria ocorrido após uma discussão e na frente dos dois filhos do casal – um deles, cadeirante. Eles ainda tentaram impedir o assassinato e ajudar a mãe. O suspeito foi preso.

Nome: Iraci Satonina da Silva

Idade: 66 anos

Cidade: Porto Belo

Data: 17/06

Resumo: Iraci foi atingida por golpes de facão no rosto. O companheiro dela é o principal suspeito.

A mulher foi levada ao hospital, mas morreu horas depois.

Nome: Lindamira Bandeira Teixeira

Idade: 21 anos

Cidade: Chapecó

Data: 24/06

Resumo: Lindamara foi encontrada morta pela mãe dentro de casa, ao lado de um machado, que foi a arma usada no crime. A suspeita é de que ela tenha sido morta enquanto dormia. O ex-companheiro é o principal suspeito. Ele teve a prisão decretada e se apresentou à polícia 10 dias após a morte de Lindamara. O casal estava separado há uma semana e tinha uma filha de 4 anos.

Nome: Juraci de Fátima Alves

Idade: 60 anos

Cidade: Campo Belo do Sul

Data: 13/07

Resumo: Juraci teria sido esfaqueada pelo ex-genro quando tentava defender a filha, agredida pelo companheiro durante uma briga após ele invadir a residência em que as duas moravam. A filha de Juraci também ficou ferida com as agressões e a mãe chegou a ser socorrida pelo Samu, mas morreu a caminho do hospital.

Nome: Raquel Morozini

Idade: 24 anos

Cidade: Campos Novos

Data: 13/07

Resumo: Raquel ficou desaparecida por quatro dias até ter o corpo encontrado, próximo a uma ponte. Ela era moradora de Ouro, no Oeste. O companheiro dela foi preso e teria indicado o local em que depositou o corpo da vítima.

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado do portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

Colunistas