nsc
nsc

Convenções

Débora Arenhart vai enfatizar a educação nas Eleições 2020, com o desafio de superar inexperiência

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
08/09/2020 - 17h17 - Atualizada em: 22/09/2020 - 14h04
Débora é a segunda candidata a prefeita na história de Blumenau
Débora é a segunda candidata a prefeita na história de Blumenau (Foto: Divulgação)

Débora França Arenhart levará o terceiro setor às Eleições 2020 em Blumenau. Candidata do Cidadania, antigo PPS, ela preside a Associação da Mulher Unimediana há 17 anos. Deve ampliar o espaço da educação na campanha, assim como da violência contra a mulher. Mas para ser percebida pelo eleitor como opção viável à prefeitura, precisará contornar a inexperiência política e a estrutura limitada do partido.

> Quer receber as notícias de Blumenau e região via Whatsapp? Clique aqui e entre no grupo do Santa.

Líder de entidade ligada ao voluntariado, formada em Direito e professora universitária, Débora pretende sensibilizar o eleitor defendendo maior investimento na primeira infância, nas escolas do município e em programas de proteção a famílias vulneráveis — com destaque às mulheres. São temas de enorme relevância, mas que quase sempre passam longe dos debates eleitorais.

Ampliará a representação feminina no debate político em uma cidade que até hoje só teve uma candidata a prefeita — Ana Paula Lima (PT), em 2012. Além de disputar uma vaga no segundo turno, cumprirá papel importante no estímulo a uma presença maior de mulheres na política local.

Débora tem apenas um ano de filiação partidária. Participa da eleição com o objetivo de reforçar a campanha dos candidatos a vereador e erguer bandeiras do Cidadania — e da deputada federal Carmen Zanotto, presidente da legenda em Santa Catarina. Embora garanta que entrou na disputa pra valer, a candidata esbarra na exposição pública limitada. É desconhecida para a maioria do eleitorado e terá tempo e estrutura de campanha escassos para reverter a situação.

O Cidadania inscreverá chapa pura, com Gilberto Silva candidato a vice. Dependerá de uma comunicação criativa e eficiente nas redes sociais para fazer decolar um projeto político que mal começou a engatinhar.

Os candidatos

A coluna abordará todos os candidatos a prefeito de Blumenau até o dia 16 de setembro, conforme forem oficializados pelas convenções partidárias. Confira abaixo outros textos da série.

> Odair Tramontin é a novidade das Eleições 2020 em Blumenau, mas terá de enfrentar contradições

> Jairo Santos foi do PSTU ao bolsonarismo e agora mira a prefeitura de Blumenau

> Kleinübing disputará as Eleições 2020 com vantagens e desgastes de já ter governado

> Wanderlei Laureth entra como franco-atirador nas Eleições 2020, mas pode soar folclórico

> Candidato do bolsonarismo nas Eleições 2020, Ricardo Alba precisa provar que está pronto para governar

> Ivan Naatz precisará conciliar o discurso de "nova política" com o próprio histórico

> Mário Hildebrandt põe à prova um governo e a capacidade de atrair votos

> João Natel oferece moderação às Eleições 2020, mas corre o risco de passar despercebido

> Mário Kato representa a renovação da esquerda em uma cidade avessa a comunismo

> Ana Paula Lima luta para reverter o encolhimento do PT em Blumenau

> Geórgia Faust defenderá a inclusão nas Eleições 2020, com estrutura que limita ambições

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas