nsc
    nsc

    Convenções

    Geórgia Faust defenderá a inclusão nas Eleições 2020, com estrutura que limita ambições

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    17/09/2020 - 18h16 - Atualizada em: 24/09/2020 - 18h05
    Georgia Faust vai liderar o PSOL na segunda disputa pela prefeitura de Blumenau
    Georgia Faust vai liderar o PSOL na segunda disputa pela prefeitura de Blumenau (Foto: Arquivo Pessoal)

    A segunda participação do PSOL na corrida pela prefeitura de Blumenau tem objetivos semelhantes aos da primeira vez, ocorrida oito anos atrás: divulgar as teses do partido. A professora Geórgia Faust será a responsável por incluir no debate das Eleições 2020 pautas como o racismo, o machismo e os direitos da população LGBTQ. Mas falta-lhe estrutura partidária para ambicionar uma vaga no segundo turno.

    > Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp. É só clicar aqui.

    Militante aguerrida nas redes digitais e em movimentos sociais da cidade, Geórgia obrigará os demais candidatos a falar sobre o espaço da mulher na sociedade, os direitos das populações vulneráveis e o uso da bicicleta como meio de transporte. O espaço também deve ser ocupado com críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

    Fundadora do coletivo Casa da Mãe Joana, a candidata a prefeita tem nos movimentos feministas a base política mais consistente. Participará da primeira disputa pelo Executivo, após receber 3,4 mil votos para deputada estadual, dois anos atrás. Ela também havia disputado o mesmo cargo em 2014. 

    Geórgia tinha a intenção de concorrer em 2016, mas um erro banal, inacreditável para quem deseja cargo tão importante, impediu o plano: ela deixara de fazer o recadastramento biométrico na Justiça Eleitoral. A candidata garante que não se tratou de um lapso. Ela teria desistido da candidatura antes do prazo para recadastramento e partido para uma viagem de férias. O anúncio da decisão, porém, só seria feito no fim de junho daquele ano.

    Em relação a 2012, quando foi representado por Osni Wagner, o PSOL blumenauense conta com a maior visibilidade conquistada em nível nacional, seja em candidaturas à Presidência da República ou por parlamentares no Congresso. No município, porém, ainda é um partido composto por um grupo pequeno de apoiadores.

    Sintoma disso é que haverá apenas quatro candidatos a vereador representando a legenda, número que, de antemão, praticamente anula as chances de conquistar uma cadeira na Câmara. A candidatura própria e em chapa pura, com Joel Rodrigo de vice, é também a opção que restou depois de uma aliança com o PT inviabilizar-se.

    Numa eleição difícil para os partidos de esquerda, fragmentados em quatro candidaturas diferentes numa cidade que tem demonstrado preferência pela direita, o PSOL tenta ampliar a representatividade entre os blumenauenses. Participar das eleições é um primeiro passo.

    Os candidatos

    A coluna abordará todos os candidatos a prefeito de Blumenau oficializados pelas convenções partidárias. Confira abaixo outros textos da série.

    > Odair Tramontin é a novidade das Eleições 2020 em Blumenau, mas terá de enfrentar contradições

    > Jairo Santos foi do PSTU ao bolsonarismo e agora mira a prefeitura de Blumenau

    > Kleinübing disputará as Eleições 2020 com vantagens e desgastes de já ter governado

    > Wanderlei Laureth entra como franco-atirador nas Eleições 2020, mas pode soar folclórico

    > Candidato do bolsonarismo nas Eleições 2020, Ricardo Alba precisa provar que está pronto para governar

    > Débora Arenhart vai enfatizar a educação nas Eleições 2020, com o desafio de superar a inexperiência

    > Ivan Naatz precisará conciliar o discurso de "nova política" com o próprio histórico

    > Mário Hildebrandt põe à prova um governo e a capacidade de atrair votos

    > João Natel oferece moderação às Eleições 2020, mas corre o risco de passar despercebido

    > Mário Kato representa a renovação da esquerda em uma cidade avessa a comunismo

    > Ana Paula Lima luta para reverter o encolhimento do PT em Blumenau

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas