nsc
    nsc

    Eleição na internet

    Eleições 2020: quais candidatos a prefeito de Blumenau têm melhor desempenho nas redes sociais

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    30/09/2020 - 06h08 - Atualizada em: 30/09/2020 - 08h56
    Candidatos que já exerceram mandatos públicos têm mais seguidores
    Candidatos que já exerceram mandatos públicos têm mais seguidores (Foto: Divulgação)

    O desempenho nas redes sociais tende a ser decisivo para os candidatos a prefeito de Blumenau nas Eleições 2020. Numa campanha curta, prejudicada pela pandemia de coronavírus, pulverizada entre 12 candidaturas e provavelmente sem debates no primeiro turno, alcançar e engajar eleitores via internet é primordial.

    ​> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp. É só clicar aqui.​

    Largam em vantagem os candidatos que já possuem base consistente de audiência no Facebook, no Instagram e no Twitter. Melhor ainda posicionados estão aqueles que conseguem gerar comentários, curtidas e compartilhamentos nos conteúdos que publicam.

    Ana Paula Lima (PT), Ricardo Alba (PSL) e Mário Hildebrandt (Podemos) reúnem as maiores bases de seguidores. A vantagem da petista deve-se principalmente ao Facebook, onde o marido e ex-deputado federal Décio Lima nada de braçada. Com 795 mil curtidas, Décio está na linha de frente dos influenciadores digitais de esquerda no Brasil.

    Quando o assunto é engajamento, porém, Ana Paula e Alba ficam para trás. Segundo informações reunidas pelo projeto Monitora BR, que usa a plataforma da empresa de análise de dados Zeeng, o atual prefeito consegue o maior número de reações nos conteúdos que publica. Na escala usada pelo método analítico, que mede o número de reações aos posts, Mário tem índice 2,13.

    João Paulo Kleinübing (DEM), com índice 1,87, e Ivan Naatz (PL), com 1,86, vêm a seguir mesmo tendo bases de seguidores menores. Neste quesito, Alba alcança 1,46 e Ana Paula, apenas 0,9. São os perfis que, neste momento, enfrentam dificuldades para engajar as bases numerosas.

    Naatz destaca-se quando o assunto é frequência. No último mês, é o candidato que postou mais vezes. Ele também tem presença consistente nas três redes sociais. Por outro lado, há candidatos ainda ausentes das redes mais importantes. Mário Kato (PCdoB) mantém apenas o perfil pessoal no Facebook, sem uma página para a campanha. Três candidatos não têm Twitter.

    Prefeito cresce no ritmo das lives

    A plataforma também permite visualizar a evolução dos candidatos nas redes ao longo do tempo. Mário Hildebrandt teve o maior crescimento de seguidores em 2020, impulsionado pelas lives da prefeitura sobre o coronavírus. Desde janeiro foram 8 mil curtidas adicionais no Facebook, 14,8 mil seguidores no Instagram e 577 no Twitter. Total de 23.474 novos fãs (alta de 120%).

    O número de seguidores disparou a partir de março, quando começaram as lives sobre a Covid-19 — até agosto, as transmissões ocorriam simultaneamente, nas redes sociais da prefeitura e do prefeito. Coincidência ou não, quando Hildebrandt deixou de participar dos programas, o crescimento desacelerou.

    > Acesse o site especial das Eleições 2020

    Ivan Naatz aumentou a base de audiência nas redes em 6.514 pessoas neste ano. João Paulo Kleinübing, 3.631. Ricardo Alba ganhou 533 curtidas no Facebook e 135 no Twitter, mas perdeu 75 no Instagram. Ana Paula Lima perdeu 112 curtidores no Facebook e ganhou 26 no Twitter. Como a candidata não usa uma conta comercial no Instagram, não é possível analisar a evolução dela nesta rede.

    > Acompanhe os conteúdos da coluna pelo Facebook ou Instagram.

    Demais candidatos

    No ranking de desempenho dos candidatos nas redes sociais, há um abismo entre o quinto colocado (Kleinübing) e os outro sete que disputam a prefeitura. Somados, Jairo Santos (PRTB), Geórgia Faust (PSOL), Odair Tramontin (Novo), Wanderlei Laureth (Avante), João Natel (PDT), Débora Arenhart (Cidadania) e Mário Kato (PCdoB) têm os mesmos 21 mil seguidores que o ex-prefeito.

    São candidatos que não exerceram mandato em cargo eletivo até o momento e não usufruíram da exposição inerente. Eles terão trabalho dobrado para fazer chegar aos eleitores as mensagens das campanhas.

    Curtidas e compartilhamentos não são pesquisa eleitoral e nem servem de parâmetro para definir quem está na frente. Porém, se é verdade que "conteúdo é rei", como dizem os gurus do marketing digital, no contexto das eleições, o dono do melhor conteúdo pode vir a ser o prefeito.

    Correção

    Até 9h51min este texto informou que o candidato João Natel (PDT) não tem perfil no Instagram. Na verdade, o pedetista possui conta na rede social, chamada Dr. Natel, e tem 1.064 seguidores.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas